Forbes Radar: Moura Dubeux, Itaú Unibanco, SulAmérica e outros destaques corporativos

No Forbes Radar de hoje (30), empresas anunciam reestruturações entre diretores e conselheiros. A SulAmérica contratou Ricardo Bottas Dourado dos Santos como cargo de diretor presidente e a Moura Dubeux informou a contratação de Gustavo Ribas de Almeida Leite como membro independente no conselho de administração da companhia.

As estatais também anunciaram mudanças. A Petrobras informou a demissão do gerente executivo de recursos humanos, Cláudio Costa, após ter negociado ações enquanto a companhia estava em “período de silêncio” e a Eletrobras terá Felipe Villela Dias como novo Coordenador do CAE (comitê de auditoria e riscos estatutários).

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

Grupo NotreDame (GNDI3) e Hapvida (HAPV3)

O Grupo NotreDame e a Hapvida informaram que a combinação dos negócios entre às duas companhias foi aprovado pelos acionistas das respectivas empresas.

No entanto, a consumação da operação permanece sujeita à aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).

JHSF (JHSF3)

De acordo com a JHSF, em assembleia-geral, a companhia aprovou o montante de R$ 144 milhões para o pagamento de dividendos, sendo R$ 0,21036 por papel.

Os dividendos terão como base acionário a data de 1º de abril, sendo que as ações da empresa passarão a ser negociados como “ex” em 05 de abril.

Linx (LINX3)

A Linx informou uma perda extraordinária de aproximadamente R$ 41 milhões em seu braço de pagamentos.

Em fato relevante, a empresa mencionou perdas operacionais incomuns, “como consequência do cancelamento de transações atípicas por parte de terceiros na utilização de máquinas comercializadas.”

A companhia não quis informar quem eram os terceiros, apenas disse que a perda não foi oriunda de clientes Linx Core e Linx Digital, e que o valor será lançado no resultado do quarto trimestre, que tem a divulgação prevista para 19 de abril. De todo modo, a Linx explicou ainda que avaliará a viabilidade de obter ressarcimento das perdas.

Moura Dubeux (MDNE3)

A Moura Dubeux informou a contratação de Gustavo Ribas de Almeida Leite para o cargo de membro independente no conselho de administração da companhia. Ele terá seu mandato vigente até a assembleia-geral ordinária que irá deliberar sobre as contas da administração.

Com sua entrada, o conselho passará de cinco para seis membros.

Itaú Unibanco (ITUB4)

O Itaú Unibanco convocou uma assembleia-geral para 27 de abril tendo como principal pauta as trocas no conselho de administração. Serão votadas as substituições de José Galló e Gustavo Loyola por Maria Helena dos Santos e Candido Bracher (que havia deixado o comando do executivo do banco em fevereiro).

SulAmérica (SULA11)

A SulAmérica informou o aumento do capital social da companhia através da capitalização da reserva estatutária no valor de R$ 1 bilhão. A operação foi feita a partir da emissão de 72 milhões de ativos, sendo 36 milhões de ações ordinárias e 36 milhões de preferenciais.

Dessa forma, será atribuído aos acionistas:

  • 60,4575 novas ações ordinárias para cada lote de 1 mil ativos
  • 60,4575 novas ações preferenciais para cada lote de 1.000 ações preferenciais

O conselho de administração da companhia também aprovou a eleição de Ricardo Bottas Dourado dos Santos para o cargo de diretor presidente da SulAmérica, em substituição ao ex-diretor Gabriel Portella Fagundes Filho.

Bottas atua há mais de 5 anos na SulAmérica e desde 2017 é diretor vice-presidente de controle e de relações com investidores.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Petrobras (PETR4)

A Petrobras confirmou que a demissão do gerente executivo de Recursos Humanos, Cláudio Costa, se deu por desacordo com políticas que proíbem negociação de papéis da companhia às vésperas da divulgação do balanço financeiro. O ex-gerente negociou ações da empresa durante o chamado “período de silêncio”.

Costa também deixou o cargo de conselheiro da administração da subsidiária Transpetro.

A Petrobras ainda reiterou que Pedro Brancante, chefe do gabinete da presidência, ocupará a função interinamente, até a indicação de novo executivo para o cargo.

Vale (VALE3)

A Vale recebeu uma comunicação do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) sobre o lançamento da sexta oferta pública de distribuição secundária de debêntures participativas.

A oferta consistirá na distribuição pública de, inicialmente, 142 milhões de debêntures, sendo 93 milhões de titularidade da União, 37 milhões do BNDES e 10 milhões da BNDESPAR.

A Vale comentou que a quantidade total de debêntures inicialmente ofertada poderá ser acrescida em até 50,94%, ou seja, em até 72 milhões debêntures, sendo 47 milhões da União e 24 milhões do BNDES, nas mesmas condições e pelo mesmo preço inicialmente ofertado.

Eletrobras (ELET6)

A Eletrobras informou que Felipe Villela Dias é o novo Coordenador do CAE (comitê de auditoria e riscos estatutários), em substituição ao Mauro Gentile Rodrigues da Cunha, que apresentou sua renúncia ao conselho de administração na última quarta-feira (24).

Desta forma, o CAE passou a contar com quatro novos membros, todos considerados independentes:

  • Felipe Villela Dias (Coordenador e Membro do CA)
  • Daniel Alves Ferreira (Membro do CA)
  • Luís Henrique Bassi Almeida
  • Luiz Carlos Nannini

Marfrig (MRFG3) e ADM (A1DM34)

A Marfrig Global Foods informou a criação da PlantPlus Foods, joint venture entre a companhia e a ADM (Archer Daniels Midland). A empresa também comunicou a nomeação de John Pinto para o cargo de CEO.

A PlantPlus Foods foi constituída sob as Leis de Delaware, nos Estados Unidos. O escritório da empresa fica localizado em Chicago e, além de John Pinto, foram anunciadas cinco novas contratações:

  • Alcira Borras, como CFO
  • Rebecca Shapiro, como CMO
  • Beatriz Hlavnicka, como Head de Marketing para a América do Sul
  • George Pereira, como Head de Vendas para América do Sul
  • Glenn Coombs, como Head de Vendas para a América do Norte

Cemig (CMIG4)

A Cemig tem expectativa “muito positiva” para o resultado de 2021, que deve ser apoiada por um acordo com o governo sobre o chamado “risco hidrológico” e possíveis vendas de ativos, disse o presidente da companhia, Reynaldo Passanezi Filho, na tarde de ontem (29).

Apenas o acerto sobre o risco hídrico, que permitirá à empresa renovar contratos de diversas hidrelétricas por períodos adicionais de até 65 meses, deve gerar impacto positivo de cerca de R$ 1,3 bilhão, quando contabilizado em balanço.

Ele também revelou que a companhia trabalhará para concluir ainda neste ano a venda de sua participação na transmissora de energia Taesa, na qual a Cemig tem como sócia a colombiana Isa Cteeep.

Visa (VISA34)

A Visa afirmou ontem (29) que a criptomoeda USD Coin poderá ser usada para liquidar transações em sua rede de pagamentos. A empresa disse à Reuters que lançou o programa piloto com a plataforma de pagamento e criptografia Crypto.com e planeja oferecer a opção a mais parceiros ainda este ano.

Tradicionalmente, se um cliente escolhe usar um cartão Visa Crypto.com para pagar por um café, por exemplo, a moeda digital precisa ser convertida em dinheiro tradicional, adicionando custo e complexidade aos negócios. Entretanto, a última ação da Visa, que usará o blockchain, elimina a necessidade de converter moedas digitais em dinheiro tradicional para que a transação seja liquidada.

AES Brasil (AESB3)

A AES Brasil, controlada pelo grupo norte-americano AES, informou que suas ações ordinárias começaram a ser negociadas no Novo Mercado da bolsa B3. Após uma reorganização societária, os papéis da companhia, que antes operava sob o nome AES Tietê (A1ES34), passarão a ser transacionados sob novo código, AESB3.

(Com Reuters)

Calendário de divulgação dos próximos resultados:

  • Enjoei (ENJU3) – 30 de março
  • Qualicorp (QUAL3) – 30 de março
  • Linx (LINX3) – 30 de março
  • Centauro (CNTO3) – 30 de março
  • Mobly (MBLY3) – 30 de março
  • MMX Mineração (MMXM3) – 30 de março
  • Priner (PRNR3) – 30 de março
  • OSX Brasil (OSXB3) – 30 de março
  • VIVER Construtora (VIVR3) – 30 de março
  • Saraiva (SLED3) – 30 de março

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).