IPO da Blau Farmacêutica pode transformar fundador em bilionário

Estudio Manica
Estudio Manica

O IPO será coordenado por Itaú BBA, Bradesco BBI, BTG Pactual, XP, JPMorgan e Citi

O IPO, Oferta Pública Inicial, da fornecedora de medicamentos para tratamentos complexos Blau Farmacêutica pode ser responsável pelo surgimento de um novo bilionário brasileiro: Marcelo Hahn, 52 anos, CEO e acionista vendedor da empresa, que pode levantar R$ 1,38 bilhão com a oferta.

De acordo com dados da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), a oferta pode movimentar até R$ 2,8 bilhões, considerando o preço médio por ativo de R$ 47,60 (ponto médio da faixa indicativa), a quantidade de ações a ser emitida pela companhia e alienada pelo acionista vendedor, bem como as ações adicionais e o lote suplementar.

LEIA MAIS: IPO da Blau Farmacêutica pode movimentar R$ 2,1 bilhões

A outra parte dos recursos, R$ 1,49 bilhão, será destinada ao caixa da empresa, que pretende usar o dinheiro para expandir suas fábricas, investir em centros de coleta de plasma nos Estados Unidos e acelerar investimentos em pesquisa e desenvolvimento. Segundo o prospecto, a faixa indicativa de preço por ação varia entre R$ 44,60 a R$ 50,60.

Único acionista da companhia, Hahn não esconde a paixão pelo mundo da farmácia. “Meus bisavós, avós, pais, todos eles trabalhavam em farmacêuticas. Eu falo que não tenho o DNA dessa indústria, tenho o cromossomo”, brincou em uma entrevista para a Forbes em fevereiro de 2021. Aos 19 anos, após cursar um ano de farmácia nos Estados Unidos, decidiu que era hora de seguir o seu caminho e tentar abrir um negócio próprio. Com US$ 20 mil – valor do carro que vendeu – investiu tempo e dinheiro para começar a importar preservativos sob a marca Preserv.

De 1987 para cá, Hahn começou a explorar o mercado de medicamentos biomédicos e se destacou na produção de vacinas e insumos. Os preservativos ainda estão no portfólio da companhia, mas atualmente representam menos de 1% da receita total. Especializada em produtos para tratamento de câncer, doenças sanguíneas e dos rins, a empresa conta, atualmente, com mais de 1.300 colaboradores, R$ 1,14 bilhão de faturamento anual e um crescimento de 29% (referente ao período de setembro de 2019 a setembro de 2020).

VEJA TAMBÉM: Blau Farmacêutica promete medicamentos mais acessíveis com inauguração de novo laboratório biotecnológico

Com sede em Cotia, no estado de São Paulo, a companhia possui ainda cinco fábricas no Brasil e cinco subsidiárias na América Latina, incluindo Argentina, Chile, Colômbia, Peru e Uruguai.

O IPO será coordenado por Itaú BBA, Bradesco BBI, BTG Pactual, XP, JPMorgan e Citi. A previsão dos coordenadores é de que a operação seja precificada no dia 6 de abril, com as ações estreando no Ibovespa em 8 de abril, negociadas sob o ticker BLAU3.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).