Copel GT assina contrato para compra de complexo eólico no Nordeste por R$ 1,06 bilhão

Kacper Pempel/Reuters
Kacper Pempel/Reuters

A empresa acrescentou que parte da eletricidade gerada pelo empreendimento já foi comercializada no mercado 

A Copel Geração e Transmissão, da elétrica Copel, assinou contrato para a compra de 100% do Complexo Eólico Vilas, localizado em Serra do Mel (RN) e atualmente pertencente à Voltalia Brasil, informou hoje (17) a companhia paranaense.

O empreendimento possui 186,7 MW (Megawatts) de capacidade instalada e o valor da transação é de R$ 1,059 bilhão, de acordo com fato relevante publicado pela Copel.

LEIA MAIS: Copel quer desenvolver usinas solares na área de parques eólicos

O complexo, já totalmente em operação, é formado por um conjunto de cinco parques eólicos e possui fator de capacidade de 56,9%, com energia certificada P50 de 106,3 MW médios, disse a Copel.

A empresa acrescentou que parte da eletricidade gerada pelo empreendimento já foi comercializada no mercado regulado, com início de suprimento em 2023 e 2024 e prazo de 20 anos, enquanto no ambiente livre cerca de 51% da energia certificada já está contratada até 2030, restando 13% de energia disponível para novos contratos.

“Com a aquisição, a capacidade instalada de geração eólica da companhia será incrementada em 29%, com a mesma estrutura de gestão operacional, permitindo assim uma sinergia operacional com demais empresas do grupo que compartilham a mesma estrutura”, disse a Copel.

O fechamento da transação ocorrerá em 30 de novembro de 2021, após cumprimento de condições precedentes. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).