Aneel reconhece reembolso de R$ 103,9 milhões à Boa Vista Energia

Daniel Becerril/Reuters
Daniel Becerril/Reuters

Segundo a Eletrobras, o reembolso será feito pela Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), a preços de fevereiro de 2020

A Eletrobras informou ontem (18) que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) reconheceu que a Boa Vista Energia deverá ser reembolsada em R$ 103,9 milhões pela Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), a preços de fevereiro de 2020.

Em comunicado ao mercado, a companhia acrescentou que o montante reconhecido pela diretoria colegiada da Aneel está de acordo com o que havia sido registrado pela estatal em seu balanço do primeiro trimestre deste ano.

VEJA TAMBÉM: Leilões para contratação de térmicas são agendados para 25 de junho, diz Aneel

A efetivação do reembolso, porém, terá de aguardar o resultado de fiscalizações análogas realizadas nas distribuidoras Amazonas Energia, Eletroacre e Ceron, bem como na própria Boa Vista Energia, relativas aos intervalos de julho de 2009 a junho de 2016 (Primeiro Período de Fiscalização) e de julho de 2016 a abril de 2017 (Segundo Período de Fiscalização), disse a elétrica em comunicado.

“Com a deliberação da diretoria da Aneel… a agência já finalizou, até essa data, cinco processos de fiscalização e reprocessamento mensal dos benefícios reembolsados pela CCC às antigas distribuidoras da Eletrobras”, afirmou a companhia, indicando que tais ações já totalizam um montante de R$ 1,9 bilhão a ser pago pela conta CCC/CDE à estatal. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).