BW Energy e DBO fazem ofertas por Polo de Golfinho da Petrobras

Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

A expectativa é que a Petrobras inicie negociações bilaterais com o maior licitante nas próximas semanas ou dias

A norueguesa BW Energy e a brasileira DBO Energy enviaram ofertas pelo polo marítimo de petróleo Golfinho, da Petrobras, afirmaram à Reuters duas fontes com conhecimento do assunto.

A petroleira tem vendido dezenas de ativos nos últimos anos – de óleodutos a refinarias – com o objetivo de reduzir suas dívidas e focar na produção de petróleo em águas profundas.

LEIA TAMBÉM:  Petrobras inicia contratação de equipamentos para modernizar sua maior refinaria

Dentre os ativos à venda, estão campos de petróleo maduros, como Golfinho. Localizado na costa do Espírito Santo, Golfinho produziu aproximadamente 14.900 barris de petróleo por dia e 750 mil metros cúbicos de gás por dia em 2020, de acordo com os documentos divulgados pela Petrobras.

A Petrobras não quis fazer comentários. Já BW e DBO não responderam a pedidos de comentários.

A companhia havia entrado em negociações bilaterais com a DBO, que é composta por executivos brasileiros e noruegueses, segundo reportagem publicada pela Reuters em janeiro. As partes estavam discutindo valores em poucas centenas de milhões de dólares, afirmou a Reuters à época.

No entanto, essas negociações não resultaram em um acordo definitivo e a Petrobras posteriormente reabriu a licitação, após divulgar informações técnicas adicionais sobre Golfinho.

Embora a BW já tivesse avaliado o ativo, o interesse em Golfinho aumentou significativamente após as divulgações adicionais da Petrobras, de acordo com uma das fontes, que falou à Reuters nos últimos dias.

A BW e a DBO apresentaram seus lances em meados de junho, embora não tenham sido publicados anteriormente. A expectativa é que a Petrobras inicie negociações bilaterais com o maior licitante nas próximas semanas ou dias, acrescentaram as fontes, que pediram anonimato para discutir assuntos confidenciais. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).