Ibovespa fecha em leve queda com incertezas sobre a PEC dos Precatórios

Aparecem entre os destaques positivos da sessão as ações da Vale (VALE3), da Usiminas (USIM5), e da Cogna (COGN3).

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa fechou hoje (8) com leve queda de 0,04%, a 104.781 pontos, após oscilar entre perdas e ganhos durante o dia inteiro. A alta das commodities ajudou a levantar o humor durante boa parte da sessão, com Vale e Petrobras registrando valorização de 5,44% e 1,04%, respectivamente. Na semana passada, a mineradora havia acumulado queda de mais de 10%, enquanto a petroleira havia caído 5,14%.

A incerteza sobre a PEC dos Precatórios continua abalando o mercado. Amanhã (9) deverá ocorrer a votação em segundo turno do texto-base do projeto, ainda na Câmara dos Deputados. Os investidores, porém, desconfiam de outra aprovação, tendo em vista que o resultado do primeiro turno ocorreu com uma margem pequena de votos.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

“O ritmo de cautela ainda é ditado pelo risco fiscal interno – no último sábado, Rodrigo Maia entrou com ação no STF para pedir a suspensão do trâmite da PEC dos Precatórios no Congresso, alegando que Lira teria usado de manobras irregulares para a obtenção de quórum para a votação na Câmara”, dizem analistas da Ativa Investimentos em comunicado.

No Boletim Focus de hoje, analistas do mercado elevaram suas projeções para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) de 2021, de 9,17% a 9,33%, e reduziram as expectativas de expansão do PIB (Produto Interno Bruto), de 4,94% para 4,93%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Aparecem entre os destaques positivos do Ibovespa as ações da Vale (VALE3), da Usiminas (USIM5), e da Cogna (COGN3), que fecharam em altas de 5,44%, 4,56% e 4,48%, respectivamente. Os setores mineral e siderúrgico são apoiados pelas notícias da aprovação de um pacote de infraestrutura de US$ 1 trilhão nos Estados Unidos.

Em Wall Street, os índices também encerraram a segunda-feira no azul. O Dow Jones subiu 0,29%, a 36.432 pontos, o S&P 500 registrou alta de 0,09%, a 4.701 pontos, e o Nasdaq avançou 0,07%, a 15.982 pontos.

O bom humor se deu com a aprovação do pacote de infraestrutura do presidente norte-americano Joe Biden, definido como um investimento “único em uma geração”, que busca modernizar estradas, pontes, ferrovias, aeroportos, redes de abastecimento e internet do país. O projeto havia encontrado diversos impasses dentro do Partido Democrata, mas foi aprovado na última sexta-feira (5) por 228 votos contra 206.

Destaque entre as ações de tecnologia, a Tesla encerrou o dia com queda de 4,92%, depois que usuários do Twitter votaram à favor de proposta de Elon Musk, CEO bilionário, de vender cerca de 10% de sua participação na montadora de carros elétricos. Musk possuía cerca de 170,5 milhões de ações da Tesla até 30 de junho, e uma venda de 10% equivaleria a cerca de US$ 19 bilhões com base no preço de fechamento de hoje.

O dólar fechou em alta de 0,39%, negociado a R$ 5,5410, embora longe das máximas do dia, com investidores dividindo atenções entre a PEC dos Precatórios e a agenda de indicadores econômicos norte-americanos desta semana.

A ministra Rosa Weber, do STF (Supremo Tribunal Federal), decidiu na sexta-feira suspender a execução orçamentária das emendas de relator, instrumento de distribuição de recursos conhecido como “orçamento secreto”, diante da dificuldade de rastrear os beneficiários dos repasses. A decisão de Weber é vista por participantes do mercado como um atraso às negociações para a votação do segundo turno da PEC. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: