Startup de criptomoedas MoonPay é avaliada em US$ 3,4 bilhões após nova captação

Serie A da empresa foi liderada pela Tiger Global Management e pelo fundo de hedge Coatue.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

A rodada de captação de Serie A da startup de criptomoedas foi liderada pela Tiger Global Management e pelo fundo de hedge Coatue

Acessibilidade


A startup de criptomoedas MoonPay levantou US$ 555 milhões em rodada de investimentos liderada pela Tiger Global Management e pelo fundo de hedge Coatue, uma operação que a avaliou em US$ 3,4 bilhões.

A rodada de captação de Serie A também contou com a participação da Blossom Capital, Thrive Capital, Paradigm e NEA.

LEIA TAMBÉM: Setor de tecnologia caminha para ganhar mais espaço no Ibovespa

A avaliação do MoonPay ocorre no momento em que o bitcoin está sendo negociado perto de US$ 60.000, apesar do aumento do rigor regulatório sobre ativos digitais recente.

Outras empresas também chamaram a atenção dos investidores este ano, como a startup de criptomoedas Gemini, que foi avaliada em US$ 7,1 bilhões na semana passada em uma rodada liderada pelos empreendedores de internet Cameron e Tyler Winklevoss, na semana passada.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A FTX Trading, uma plataforma de compra e venda de criptomoedas, foi avaliada em US$ 25 bilhões após uma rodada de financiamento no mês passado.

O MoonPay, que é lucrativo, afirma que ajuda as empresas a realizar transações de ativos digitais de maneira rápida e uniforme. O aplicativo também afirma que ajudou a Bitcoin.com, uma empresa de tecnologia de blockchain, a aumentar sua receita em mais de seis vezes.

A empresa disse que sua tecnologia para NFT (tokens não fungíveis), tokens criptográficos únicos que não podem ser replicados, também foi usada pelo mercado de NFT OpenSea. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: