Ações de bancos e viagens levam Stoxx 600 a novo recorde

O índice pan-europeu fechou em alta de 0,82%.

Da Reuters
Compartilhe esta publicação:
Personal/Reuters
Personal/Reuters

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,82%

Acessibilidade


As ações europeias ampliaram seu rali de ano-novo hoje (4), lideradas por papéis de viagens e bancos, sensíveis à economia, em meio a novos sinais de que a variante Ômicron do coronavírus pode ser menos grave do que inicialmente temido.

O índice pan-europeu STOXX 600 fechou em alta de 0,82%, a 494,02 pontos, atingindo máxima recorde pela segunda sessão seguida.

LEIA TAMBÉM: Com gastos US$ 44 bilhões, Covid-19 é 3ª maior catástrofe da história para seguradoras

O subíndice de bancos saltou 3,3%, para máximas desde novembro, e teve o melhor desempenho do dia entre seus pares, com os rendimentos dos títulos do governo em ambos os lados do Atlântico impulsionados por expectativas de uma política monetária mais apertada.

O índice de viagem e lazer da Europa subiu 3,5%, para a máxima em mais de seis semanas. Empresas aéreas britânicas dispararam, com Ryanair e IAG ganhando 8,9% e 11,3% respectivamente.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Wizz Air teve um repique de 12,2%, liderando os ganhos no STOXX 600, após relatar forte alta no tráfego de dezembro.

“Há sinais iniciais de que essa variante pode não ser tão ruim quanto temido”, disse Max Kettner, estrategista-chefe de multiativos do HSBC, em nota.

Compartilhe esta publicação: