Notre Dame pagará R$ 1 bilhão em dividendos extraordinários; veja os destaques do Forbes Radar

Últimas notícias sobre: Banco do Brasil, Mercado Livre, Lojas Renner, Gafisa, Alphaville, Ambipar e Oncoclínicas..

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (21), a Notre Dame informou ao mercado que o conselho de administração fixou o valor de R$ 1 bilhão para seus dividendos extraordinários, divulgados em 29 de março de 2021.

O Banco do Brasil aprovou a distribuição de 40% do seu lucro de 2022 em dividendos e juros sobre capital próprio.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Confira os destaques:

Notre Dame (GNDI3)

A Notre Dame informou ao mercado que o conselho de administração fixou o valor de R$ 1 bilhão para seus dividendos extraordinários, divulgados em 29 de março de 2021. O montante corresponde a aproximadamente R$ 1,613026961 por ação.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

De acordo com o documento, o pagamento está relacionado à combinação de negócios com a Hapvida (HAPV3) e será realizado até 29 de março de 2022, com base na composição acionária do fechamento de 11 de fevereiro de 2022.

Ainda na noite de ontem, a Superintendência-Geral do Cade aprovou, sem restrições, a combinação de negócios entre as duas companhias.

Banco do Brasil (BBAS3)

O Banco do Brasil informou ao mercado que seu conselho de administração aprovou a distribuição de 40% do seu lucro de 2022 em dividendos e juros sobre o capital próprio.

No documento, a empresa afirma que o valor definido considera o resultado do banco, sua condição financeira, a necessidade de caixa, o plano de capital e suas metas e respectivas projeções.

Lojas Renner (LREN3)

A Lojas Renner aprovou, na noite de ontem, seu programa de recompra de ações, no valor de até R$ 18 milhões.

De acordo com o documento, as aquisições poderão ser feitas em até 18 meses, com início em 20 de janeiro de 2022 e término em 15 de julho de 2023.

Mercado Livre (MELI34)

O Mercado Livre comprou uma fatia na 2TM, controladora do Mercado Bitcoin, e da plataforma de blockchains Paxos, sem divulgar os valores, com o maior portal de comércio eletrônico da América Latina ampliando a aposta em transações envolvendo moedas digitais.

Numa parceria com a Paxos em dezembro, o Mercado Livre começou a oferecer negócios com criptomoedas (bitcoin, ethereum e USDP) por meio de suas contas digitais.

Em maio passado, o Mercado Livre anunciou que comprou US$ 7,8 milhões em bitcoin para sua tesouraria.

Gafisa (GFSA33)

A Gafisa divulgou sua prévia operacional do 4º trimestre de 2021, na qual contou com três empreendimentos com valor geral de vendas (VGV) de R$ 685 milhões. Em 2021, a companhia atingiu R$ 1,6 bilhão de VGV.

Alphaville (AVLL3)

A Alphaville lançou R$ 1,1 bilhão em 2021, contra R$ 535 milhões em 2020, aumento de 106% (VGV total).
A companhia atingiu vendas de R$ 1,1 bilhão no ano passado, aumento de 75% no VGV total.

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar informou que uma das empresas do grupo, a Disal Ambiental Holding, anunciou o início da construção do Projeto Giri localizado na cidade de Santiago, no Chile.

O Giri será uma planta de classificação, pré-tratamento e preparação para reciclagem e valorização de resíduos com capacidade de 60.000 toneladas por ano, com faturamento líquido potencial de US$ 8 milhões e margem ebitda potencial de 70% ao ano.

O investimento total do projeto será de aproximadamente US$ 18 milhões.

Oncoclínicas (ONCO3)

A Oncoclínicas informou ao mercado que adquiriu a Microimagem Laboratório de Anatomia Patológica e Citopatologia por R$ 8 milhões. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: