Rede D'or anuncia compra da SulAmérica e ações da seguradora decolam

A combinação de negócios ainda depende do aval da assembleia de acionistas das duas companhias .

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:
(Imagem/ Divulgação)
Divulgação

O pagamento do negócio será realizado por meio de ações da seguradora

Acessibilidade


A Rede D’Or informou, na noite de ontem (23), que acertou a compra da seguradora SulAmérica (SULA11). O processo de aquisição, que ainda precisa passar pelas assembleias das duas companhias, engloba os negócios da saúde, odontologia, seguros de vida e previdência.

A notícia impulsionou as ações da SulAmérica, que mesmo após reportar prejuízo de R$ 31,2 milhões no 4º trimestre de 2021, registra forte alta de 12,44%, às 15h de Brasília. A Rede D’Or, por sua vez, recua 8,86%. Na noite de ontem, os papéis da seguradora subiram 25,16% e a rede de hospitais cresceu 8,82%.

“A transação é extremamente relevante, pois está juntando uma operadora que possui 7 milhões de vidas com a maior rede privada de hospitais do Brasil, a Rede D’Or. A Sulamérica, se não é a maior operadora, está entre as cinco maiores do país”, diz Denis Morante, sócio-diretor da Fortezza Partners, boutique de investimentos especializada em M&A.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

De acordo com o fato relevante enviado ao mercado, o pagamento do negócio será realizado por meio de ações da seguradora, que estão avaliadas em cerca de R$ 13 bilhões com base no fechamento da Bolsa de ontem (23).

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O acordo também prevê a distribuição de 13,5% das ações da Rede D’Or para os acionistas da SulAmérica, já que a seguradora deixará de ser listada na Bolsa de Valores.

Os controladores da SulAmérica não poderão negociar propostas com concorrentes da Rede D’Or sob pena de multa de no mínimo R$ 2 bilhões.

“Fico curioso sobre a avaliação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) da aquisição, já que esse novo grupo representará em torno de 20% e 15% do mercado de saúde. A combinação de negócios deve gerar uma eficiência muito grande e alto ganho de valor para os acionistas”, diz Morante.

Aquisições

Desde sua estreia na Bolsa, em dezembro de 2020, a Rede D’Or tem seguido uma estratégia de crescimento fortemente apoiada em M&A. Desde então, a companhia já adquiriu 16 empresas.

A SulAmérica é a maior aquisição desde o IPO. Em 2021, a Rede D’Or já havia adquirido outra seguradora, a Sompo Saúde, e em dezembro recebeu sinal verde do Cade para elevar sua fatia na Qualicorp.

Graças a essa estratégia de expansão, a Rede D’Or está presente nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Sergipe, Ceará, Paraná, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

Havia rumores no mercado de que a empresa estaria na corrida pela compra da Amil, mas com o novo acordo, ela provavelmente sairá do páreo.

Consolidação do setor de saúde

A aquisição da SulAmérica é o exemplo mais recente do movimento de consolidação do setor de saúde no Brasil, que se tornou mais competitivo por causa dos efeitos da pandemia.

No início de fevereiro, outros dois grandes players do mercado já haviam juntado forças: a NotreDame Intermédica e a Hapvida. A operação movimentou R$ 49 bilhões.

Compartilhe esta publicação: