Fabricante de autopeças Fras-Le contrata bancos para potencial follow-on

Empresa prepara oferta primária de ações para levantar R$ 750 milhões e avalia uma secundária de até R$ 250 milhões.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

A Fras-Le avalia oferta com tranches primária e secundária

Acessibilidade


A fabricante de autopeças Fras-Le disse hoje (9) que considera realizar uma oferta de ações para captação de recursos e engajou Itaú BBA, BTG Pactual, Bradesco BBI e Safra para a potencial operação, segundo fato relevante.

A Fras-Le afirmou que a oferta pode ter tranches primária e secundária, mas ressaltou que ainda não tomou uma decisão formal sobre sua efetiva realização, citando fatores como as condições de mercado, políticas e macroeconômicas.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O interesse da companhia no follow-on foi noticiado inicialmente pelo jornal Valor Econômico ontem (8). A Fras-Le prepara uma oferta primária de ações para levantar R$ 750 milhões, enquanto também avalia a inclusão de uma tranche secundária de até R$ 250 milhões, segundo a reportagem.

A Fras-Le, que é controlada pela Randon, não divulgou quanto pretende arrecadar com a operação.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A empresa optou por descontinuar suas atuais projeções financeiras, já que precisariam ser reavaliadas devido ao potencial follow-on.

Compartilhe esta publicação: