Elon Musk faz proposta para comprar Twitter por US$ 43 bilhões

Bilionário afirmou que a rede social precisa fechar seu capital para se tornar uma plataforma de livre expressão.

Siladitya Ray
Compartilhe esta publicação:
Mike Blake/Reuters
Mike Blake/Reuters

Elon Musk se tornou o principal acionista do Twitter depois de comprar uma participação de 9% na companhia neste mês

Acessibilidade


Elon Musk, a pessoa mais rica do mundo segundo a Forbes, fez uma proposta para comprar todas as ações do Twitter e fechar o capital da empresa. O fundador da Tesla quer transformar a rede social em uma “plataforma de livre expressão”, segundo um documento apresentado à SEC (Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos) ontem (13).

Na semana passada, o bilionário já havia adquirido uma participação de cerca de 9% no Twitter por US$ 3 bilhões. Na terça-feira (12), ele rejeitou uma proposta para integrar o conselho de administração da empresa.

No documento apresentado ao órgão regulador, Musk faz uma proposta para comprar 100% do Twitter por US$ 54,20 por ação. Os papéis encerraram o pregão de ontem negociados a US$ 45,85 e sobem 10% no pre-market de hoje.

O CEO da Tesla afirmou que decidiu fazer a oferta depois de perceber que a empresa “não prosperará nem atenderá a seu imperativo social” se não fechar seu capital.

Musk disse ainda que a oferta de US$ 54,20 por ação é sua melhor proposta e “oferta final” e, se não for aceita, ele precisará “reconsiderar” sua posição como maior acionista da empresa.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Twitter respondeu  em um comunicado afirmando que o conselho analisará a proposta com o melhor interesse da empresa e de seus acionistas em mente.

Compartilhe esta publicação: