Startup brasileira lança marketplace de NFTs para obra de arte

A Cryga fechou uma parceria para digitalizar todo o acervo do Museu Fama, que conta com ícones da história da arte brasileira, por meio de tokenização.

Andressa Barbosa
Compartilhe esta publicação:

A Crypto Gallery terá um metaverso próprio construído com diversos espaços virtuais para exposição das obras (Crédito: Getty Images)

Acessibilidade


A startup brasileira Cryga, especializada em tecnologia e arte, se uniu com o Museu da Fama, um dos maiores colecionadores mundiais de obras de arte, para criar uma plataforma descentralizada para negociação, registro e autenticação de obras de arte, físicas e NFTs, 100% registradas em blockchainO registro fornece ao colecionador segurança para suas obras de arte, transparência para o público interessado e é a porta de entrada para permitir a visitação ao acervo de qualquer lugar do mundo através da internet.

LEIA TAMBÉM: Artista brasileiro assina primeiro prêmio de publicidade em NFT

A tokenização das obras inclui o serviço de análise e registro das obras, que além dos documentos, conta também com algoritmos de inteligência artificial para complementar a pontuação de cada obra analisada. Segundo o sócio fundador da Cryga, Diego Mathias, “a iniciativa acaba com as barreiras físicas de locomoção para visitar o acervo, com isso a demanda pela visitação atinge escala global. Vemos esse mesmo movimento entre os colecionadores, além da segurança e transparência, uma nova possibilidade de rentabilidade para acervos tão valiosos preservando a privacidade do colecionador”.

Com essa parceria, o acervo da Cryga passará a mais de 5 mil obras com valor de mercado em torno de US$2 bilhões. Além disso, de acordo com Diego, a Crypto Gallery terá um metaverso próprio construído com diversos espaços virtuais para exposição das obras. O acervo inicial terá nomes como Francisco de Goya, Salvador Dali, Jean-Michel Basquiat, Pablo Picasso, Constantin Brancusi, Fernando Botero, Tarsila do Amaral, Candido Portinari, Di Cavalcanti e Antônio Bandeira.

O que é NFT?

É um item único. Na terminologia correta – um item não fungível. No mundo digital, este item não fungível é representado por um token – token não fungível, ou non-fungible token no inglês. Em outras palavras, NFTs são uma forma de demonstrar propriedade sobre um ativo digital ou um ativo do mundo real representado por um token. NFTs não são reduzidos à arte, apesar de o grande boom ter ocorrido por conta da atratividade pelas artes digitais. Qualquer coisa pode ser um NFT: uma imagem, áudio, vídeo, um nome de domínio, ingressos para shows, álbuns de música, ativos digitais no jogo (por exemplo, uma skin).

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: