Contratação de crédito no Plano Safra supera o programado para 2021/22

Valor representa um avanço de 18% ante mesmo período da safra passada

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Wenderson Araujo/Trilux
Wenderson Araujo/Trilux

Concessão de financiamentos nas fontes não equalizadas superaram as expectativas.

Acessibilidade


As contratações de crédito rural no Brasil em 2021/22, no âmbito do Plano Safra, chegaram a R$ 252,46 bilhões até maio, número que supera os R$ 251,2 bilhões disponibilizados pelo governo para a temporada, disse o Ministério da Agricultura na última sexta-feira (3).

Segundo a pasta, isso ocorreu pois a concessão de financiamentos nas fontes não equalizadas, por exemplo LCA’s e Fundos Constitucionais, superaram as expectativas.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Além disso, o valor representa um avanço de 18% ante mesmo período da safra passada.

“O fato de os financiamentos de custeio com recursos subvencionados, no âmbito do Pronaf, não terem sido suspensos, possibilitou o aumento de 41% no total das contratações de custeio dos produtores familiares, se situando em 22,58 bilhões de reais”, acrescentou o ministério em nota.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Do total das contratações, R$ 135,5 bilhões foram destinados para custeio e R$ 70,5 bilhões para investimento, enquanto a comercialização representou R$ 30,9 bilhões e a industrialização somou R$ 15,4 bilhões.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: