Bunge eleva previsão de lucro com oferta global agrícola apertada

A Bunge disse que agora espera lucro anual ajustado de pelo menos US$ 12 por ação

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Wenderson Araujo/Trilux/CNA
Wenderson Araujo/Trilux/CNA

Nos três meses encerrados em 30 de junho, o lucro ajustado da companhia subiu para US$ 458 milhões

Acessibilidade


A Bunge elevou sua previsão de lucro para o ano hoje (27), à medida que a comerciante global de commodities agrícolas se beneficia da maior demanda e da oferta mais apertada de culturas essenciais.

A invasão russa da Ucrânia, grande exportador de milho e trigo, aumentou a demanda por intermediários da cadeia de fornecimento de safras, como a Bunge, em todo o mundo. A rival Archer-Daniels-Midland Co também relatou fortes ganhos na terça-feira.

A Bunge disse que agora espera lucro anual ajustado de pelo menos US$ 12 por ação, em comparação com sua previsão anterior de pelo menos US$ 11,50 por ação.

Nos três meses encerrados em 30 de junho, o lucro ajustado da companhia subiu para US$ 458 milhões, ou US$ 2,97 por ação, ante US$ 398 milhões, ou US$ 2,61por ação, há um ano.

Os resultados chegam em um momento em que os problemas da cadeia de suprimentos global e a forte demanda por alimentos e combustível impulsionaram a inflação para o maior nível em décadas.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: