Maior avião já construído pode estar prestes a levantar voo

StratoLaunch
Stratolaunch fez o anúncio no Twitter, indicando que testes da aeronave foram bem-sucedidos

Após outro teste bem-sucedido, a empresa Stratolaunch parece estar próxima do momento em que alcançará um marco histórico, ao levar aos céus pela primeira vez o maior avião já construído.

LEIA MAIS: 5 dicas para conseguir o melhor assento no avião

Em uma publicação no Twitter, a companhia baseada na cidade de Seattle (EUA) afirmou no último dia 9 que sua aeronave alcançou uma velocidade de 219 quilômetros por hora enquanto taxiava por uma pista no Porto Espacial e Aéreo de Mojave, na Califórnia. Poucos detalhes foram divulgados, mas a empresa disse que o avião conseguiu levantar sua roda dianteira do chão e executar uma manobra “wheelie”, empinando a parte da frente.

Essa manobra é conhecida por demonstrar capacidade de rotação da aeronave, passo fundamental para provar que o avião realmente será capaz de decolar. Com uma envergadura de 117 metros, este será o maior avião a levantar voo.

O teste encerra a rodada de taxiamento de alta velocidade inicial planejada pela empresa, e parece que eles podem estar se preparando para o primeiro voo. Como observado pela revista “SpaceNews”, a Stratolaunch informou no ano passado que o teste final de taxiamento chegaria a uma velocidade de 220 quilômetros por hora.

O principal objetivo da companhia é lançar foguetes ao espaço. O maior avião da história levará foguetes alocados no meio de sua asa, que serão lançados a uma altitude de 35 mil pés (10,7 mil metros) e seguirão o caminho para o espaço com seu próprio motor. A aeronave voltará ao solo, pronta para outro lançamento.

Em novembro de 2018, a empresa também anunciou um marco no desenvolvimento de seu próprio foguete, ao estrear com sucesso a máquina “preburner”, usada para iniciar o processo de combustão dentro do motor de foguetes. Chamado de veículo de lançamento médio (MLV, na sigla em inglês), o foguete será capaz de carregar 3,4 mil kg para o espaço.

VEJA TAMBÉM: Os 17 maiores incômodos em uma viagem de avião

No entanto, antes de considerar os voos espaciais, é preciso começar a pilotar o avião com sucesso. Também em abril de 2018, a Stratolaunch comunicou que esperava pilotar o avião no inverno do mesmo ano, mas não foi possível cumprir as expectativas. Em outubro de 2018, o fundador da empresa, Paul Allen, morreu.

Mas, agora, parece que a companhia está prestes a levantar o primeiro voo. Ainda são necessários pelo menos 18 meses de testes para receber a certificação da Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês), informa o site GeekWire. Ou seja, os lançamentos de foguetes não começarão antes de 2020 ou 2021. É provável que os testes acontecerão com um foguete Pegasus construído pela Northrop Grumman, antes que o MLV esteja pronto.

Com cada vez mais fabricantes de foguetes de pequeno a médio porte, como o Rocket Lab e o Virgin Orbit, a Stratolaunch poderá começar a voar no espaço assim que possível.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).