6 dos mais inovadores spas de luxo pelo mundo

De produtos à base de cannabis a tratamentos com realidade virtual, enzimas de DNA e óleos com ouro, as opções oferecidas por esses centros de bem-estar são tudo menos comuns.

Giovanna Simonetti
Compartilhe esta publicação:
Divulgação/Four Seasons
Divulgação/Four Seasons

Spas pelo mundo têm oferecido tratamentos com produtos à base de cannabis, procedimento com realidade virtual, enzimas de DNA até óleos com ouro

Acessibilidade


Reservar um tempo de bem-estar e relaxamento para si mesmo está mais em alta do que nunca. Não à toa, o mercado de saúde e wellness mundial foi avaliado em 2020 em mais de US$ 3,31 trilhões pela empresa de pesquisa Research and Markets, com crescimento esperado de 4% ao ano até 2026. Dentro desse setor, os spas ainda se mantêm no jogo: de acordo com a Grand View Research, globalmente eles valiam US$ 47,5 bilhões no ano passado, com expectativa de alta de 12,1% ao ano até 2028. Ou seja, apesar de afetada pelo isolamento social do início da pandemia, a demanda por esse tipo de serviço dentro dos spas tende a aumentar, com cada vez mais necessidade e busca por soluções terapêuticas – não só para resultados estéticos, mas também para aliviar o estresse e a ansiedade.

Aliando a tecnologia de máquinas de última geração (e até realidade virtual) a produtos naturais com poderosos efeitos terapêuticos (como no caso da cannabis), além de luxos como óleos a base de ouro e pós de diamantes, alguns spas têm apostado em tratamentos criativos e singulares para se destacar nesse mercado bilionário.

VEJA TAMBÉM: 20 inaugurações de hotéis de luxo mais esperadas para 2022

A Forbes selecionou 6 dos mais inovadores e luxuosos spas pelo mundo, que incluem desde terapias de sono até tratamentos com óculos 3D ou enzimas de DNA. Veja mais na galeria de fotos a seguir:

  • Saxon Hotel, Villas & Spa – Johanesburgo, África do Sul

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

    Foi nesse local (na época residência do bilionário Douw Steyn) que Nelson Mandela se refugiou logo que saiu da prisão, na década de 1990, e escreveu a sua autobiografia. Hoje, a propriedade foi transformada em hotel cinco estrelas conhecido pelos tratamentos ímpares de spa. Um dos mais famosos é a “Terapia do Som”, que usa vibrações sonoras terapêuticas de gongos, címbalos, taças e sinos tibetanos para, segundo o estabelecimento, “equilibrar e restaurar os centros naturais de energia do corpo”. Realizado no conforto de uma cama de água aquecida, o tratamento pode ser complementado com cristais de quartzo rosa e transparente, ametista e aventurina.

    Outras opções podem incluir sal do himalaia, pomadas enriquecidas com ativos naturais, um programa de detox digital e terapia do sono – que promete ser relaxante a ponto de 30 minutos de sessão equivalerem a quatro horas de sono tranquilo.

    Divulgação
  • St. Regis Aspen Resort – Colorado, EUA

    No destino de esqui de Aspen, o St. Regis abriga o luxuoso e tecnológico Remède Spa, com quase 1.400 metros quadrados e 15 salas particulares de tratamentos. Seguindo a tendência de terapias à base de cannabis, uma das massagens mais exclusivas do resort é a “Rocky Mountain Vibes”, que mistura óleo de CBD (uma das substâncias extraídas da maconha) com equipamentos de vibração, para estimular a circulação e diminuir a tensão, dores musculares e inflamações – pelo valor de US$ 425 por 90 minutos.

    O estabelecimento ainda conta com tratamentos holísticos – como a terapia orgânica de chakra e reiki – ou com oxigênio (para aqueles que estão com dificuldade para se adaptar à altitude da região, por exemplo), produtos feitos de kombucha e probióticos, banheiras aquecidas de hidromassagem e sauna a vapor.

    Divulgação
  • Gozu – Nova York, EUA

    Para quem sofre de cansaço mental ou tem problemas para dormir, este é o spa certo. Primeira unidade internacional do tratamento japonês Goku-no Kimochi, o Gozu faz massagens na cabeça usando a técnica “Kamiwaza”, que induz a um estado intenso de relaxamento. Com as mãos e dedos, um terapeuta libera a tensão dos músculos ao redor da cabeça e dos olhos, aumentando a circulação sanguínea.

    O resultado, segundo o estabelecimento, é um estado de relaxamento profundo, traz melhorias para o foco e os níveis de estresse, além de melhorar a qualidade do sono nos dias seguintes à sessão. A massagem de 60 minutos custa US$ 150.

    Divulgação
  • Wellness Spa Movil – Colômbia

    Presente em quatro destinos do país – Bogotá, Medellín, Cali e Barranquilla -, o grupo Wellness Spa Movil foi considerado, em 2020, o melhor spa de luxo do mundo pela premiação World Luxury Spa Awards. Entre suas inovações, está a incorporação da realidade virtual para ajudar a atingir o relaxamento: logo de início, pacientes preenchem um formulário com perguntas sobre paisagens, sons, aromas e sabores favoritos. As respostas, então, são usadas para criar uma experiência personalizada (e multissensorial) com óculos 3D e aromaterapia.

    Entre outros diferenciais do spa, está a Chocolaterapia, tratamento facial a base de chocolate (que promete desintoxicar, remineralizar e hidratar a pele) e procedimentos com temperaturas extremas – primeiro na piscina de hidroterapia aquecida até 40ºC e sauna quente, depois na sala de gelo – para ajudar na circulação do corpo e na eliminação de toxinas.

    Divulgação
  • Four Seasons Spas

    Uma das maiores e mais famosas redes de hotelaria de luxo do mundo, presente em todos os continentes, o Four Seasons acumula inovações de bem-estar em diferentes spas de suas unidades. Em Londres Park Lane (foto), por exemplo, tratamentos incluem equipamentos da beauty tech Foreo, esfoliação com pó de diamantes, óleos com ouro 24 quilates, inalações de eucalipto e sal do Himalaia, entre outros.

    Já no FS Los Angeles, há procedimentos como o “DNA Facial”, massagem facial que usa enzimas de DNA reparadoras derivadas de plâncton marinho e cevada orgânica da Islândia junto a máquina oxigenante OxyGeneo +, para ajudar em tratamentos contra rugas e danos causados ​​pelo sol. No Resort Bali, em Jimbaran Bay, safiras e cristais finamente moídos são usados para esfoliar a pele antes de outros procedimentos faciais, enquanto no FS Mauritius, massagens corporais podem ser feitas até a oito mãos.

    Divulgação
  • SHA Wellness Clinic – Alicante, Espanha

    Na costa espanhola do Mediterrâneo, no Parque Natural de Sierra Helada, o SHA foi criado em 2008 com a intenção de unir wellness com saúde e hoje é uma das referências mundiais no assunto. Em uma área de mais de 550 metros quadrados, o spa reúne desde tratamentos de medicina chinesa tradicional a opções com células-tronco, hidroterapia, procedimentos dermatológicos não-invasivos, máquinas de última geração, crioterapia e programas nutricionais.

    Destaque para os tratamentos neurológicos: a laserterapia de baixa potência, com luz LED em diferentes frequências, e a estimulação de corrente transcraniana, que, de acordo com o estabelecimento, ajuda na recuperação de pessoas com depressão, insônia, traumatismo craniano e até que sofreram um derrame.

    Recentemente, o estabelecimento também começou a oferecer um pacote de sete dias de tratamento para a “Covid longa” – denominação para casos de sequelas e complicações persistentes do novo coronavírus muito tempo depois da infecção. Entre os procedimentos estão: massagem shiatsu debaixo d’água e reflexologia, para problemas osteomusculares, sessões de nebulização e técnicas tradicionais chinesas para tratar sequelas cardiorrespiratórias. Os preços começam em US$ 3.000.

    Novas unidades no México e nos Emirados Árabes Unidos estão previstas para 2023.

    Divulgação

Saxon Hotel, Villas & Spa – Johanesburgo, África do Sul

Foi nesse local (na época residência do bilionário Douw Steyn) que Nelson Mandela se refugiou logo que saiu da prisão, na década de 1990, e escreveu a sua autobiografia. Hoje, a propriedade foi transformada em hotel cinco estrelas conhecido pelos tratamentos ímpares de spa. Um dos mais famosos é a “Terapia do Som”, que usa vibrações sonoras terapêuticas de gongos, címbalos, taças e sinos tibetanos para, segundo o estabelecimento, “equilibrar e restaurar os centros naturais de energia do corpo”. Realizado no conforto de uma cama de água aquecida, o tratamento pode ser complementado com cristais de quartzo rosa e transparente, ametista e aventurina.

Outras opções podem incluir sal do himalaia, pomadas enriquecidas com ativos naturais, um programa de detox digital e terapia do sono – que promete ser relaxante a ponto de 30 minutos de sessão equivalerem a quatro horas de sono tranquilo.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: