O que fazer em Miami: 24 horas na cidade

Guia traz dicas do que fazer em um dos maiores balneários dos EUA, de gastronomia a compras, natureza e passeios culturais.

Marjorie Zoppei
Compartilhe esta publicação:
Art Wager/Getty Images
Art Wager/Getty Images

O que fazer em Miami? A Forbes montou um roteiro de 24 horas na cidade

Acessibilidade


Miami, um dos maiores balneários dos Estados Unidos, é também uma cidade efervescente. Ela reúne de alta gastronomia a centro de compras, museus, casas culturais e um visual desconcertante que une arranha-céus e belezas naturais.

Dentre tantos programas possíveis, a Forbes Brasil selecionou 5 dicas do que fazer em Miami durante um dia inteiro. Confira:

VEJA TAMBÉM: Conheça os superiates que já chegaram para o réveillon em St. Barths

07h: CORRIDA COM VISTA PELA RICKENBACKER CAUSEWAY PATH

Getty Images

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Comece o dia com uma corrida até Key Biscayne, uma ilha ao sul conectada pela Rickenbacker Causeway, uma ponte de quase 5 quilômetros que liga até a entrada do Aquário, em Virginia Key, e mais 4,3 quilômetros até o final do Crandon Park – onde há marina, campo de golfe, quadra de tênis, espaços para piquenique em família e, se ainda tiver fôlego, algumas trilhas de corrida. Em todo o percurso, você estará cercado de águas cristalinas, admirando uma das vistas mais bonitas da cidade.

10h: PEREZ ART MUSEUM

Getty Images

Projetado pelo escritório suíço de arquitetos Herzog & de Meuron (vencedores do Prêmio Pritzker em 2001), o museu de arte moderna e contemporânea tem um extenso acervo de obras de arte internacionais dos séculos 20 e 21. A proposta do espaço cultural é apresentar a diversidade, algo tão latente nas ruas da cidade. Na loja do museu, uma coleção exclusiva de livros de arte, móveis e outros itens artesanais – sem contar a vista dos jardins suspensos e da baía de Biscayne.

13h: ALMOÇO EM BRICKELL NO LPM RESTAURANT & BAR

Divulgação

Pausa para o almoço no bairro de Brickell, no coração financeiro da cidade. Com sede em Nice (França), o La Petite Maison tem filiais também em Londres, Dubai, Istambul e Beirute. Instalado em uma construção de 430 metros quadrados, divididos em terraço, esplanada com cobertura e salão interno, ele se mantém fiel ao original: menu de cozinha franco-mediterrânea. Prove o Côtelettes D’agneau “Vivienne”, costeletas de cordeiro marinado com azeitonas, caviar de berinjela e pinhões.

16h: COMPRAS EM MIAMI DESIGN DISTRICT

Getty Images

O bairro é obrigatório para quem é fã de arquitetura, design, decoração, artes e moda. Trata-se do epicentro do varejo de luxo e de cultura: mais de 120 lojas, incluindo Balenciaga, Hermès, Fendi, Dior, Cartier, Louis Vuitton etc. – o que o torna uma das maiores áreas de compras do mundo. A primeira fase de reabertura do comércio durante a pandemia começou em maio. Desde então, o investimento em expansão só cresce. Além das novas lojas e restaurantes, estão planejados os lançamentos de um clube e de um hotel de luxo nos próximos 12 meses.

VEJA TAMBÉM: O que fazer em Punta del Este: 12 dicas para aproveitar o destino

19h: DELÍCIAS COREANAS NO COTE MIAMI

Divulgação

Com sede estrelada pelo Michelin em Nova York, a steakhouse coreana se instalou no Design District e segue fiel à matriz. A cozinha, sob o comando de David Shim, incluiu no menu um corte bovino de assinatura, maturado por 45 dias a seco (dry aged), mais uma seleção com quatro cortes favoritos do chef – servidos com uma variedade de acompanhamentos coreanos. No Steak Omakase, sequência de dez pratos. Na adega, mais de 1.200 rótulos.

Reportagem publicada na edição 91, lançada em outubro de 2021.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: