SP confirma dois casos de nova variante de coronavírus

Laboratório Dasa já havia anunciado a detecção da B.1.1.7 em exames.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

A nova variante identificada foi a B.1.1.7, inicialmente encontrada no Reino Unido e que, segundo autoridades britânicas, é mais contagiosa que variantes anteriormente conhecidas do novo coronavírus

Acessibilidade


A Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo informou hoje (04) que confirmou dois casos de uma nova variante do coronavírus identificada inicialmente no Reino Unido, após sequenciamento genético de amostras encaminhadas pelo laboratório Dasa, que já havia anunciado a detecção da nova variante em exames.

“Até o momento, não há comprovação científica de que esta variante inglesa encontrada no Brasil é mais virulenta ou transmissível em comparação a outras previamente identificadas – o comportamento de um vírus pode ser diferente em locais distintos em virtude de fatores demográficos e climáticos, por exemplo”, disse a secretaria em nota.

VEJA TAMBÉM: Reino Unido é primeiro país a aplicar vacina da AstraZeneca em corrida para conter Covid

A nova variante identificada foi a B.1.1.7, inicialmente encontrada no Reino Unido e que, segundo autoridades britânicas, é mais contagiosa que variantes anteriormente conhecidas do novo coronavírus, causador da Covid-19, doença que já matou mais de 196 mil pessoas no Brasil.

No dia 31 de dezembro, o Dasa informou ter detectado a nova variante em exames que realizou e comunicou o Instituto Adolfo Lutz, ligado à Secretaria de Saúde paulista, e à Vigilância Sanitária. (Com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: