Oficial do BC chinês defende cotação do iuan a 7 por dólar

Conselheiro disse que o câmbio é uma tentativa de estabilizar moeda

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Getty Images

Oficial do BC chinês defende cotação do iuan a 7 por dólar

Acessibilidade


A China não deve permitir que o iuan caia abaixo de 7 por dólar ou as tentativas de estabilizar a moeda se tornarão mais caras para as reservas cambiais do país, disse hoje (15) um conselheiro do Banco Popular da China Sheng Songcheng.

LEIA MAIS: Criptomoeda deveria ser proibida, diz presidente da Allianz GI

Oficiais disseram à Reuters em outubro que a China deve usar suas vastas reservas de moeda para impedir uma queda do nível psicologicamente importante de 7 iuans por dólar porque poderia arriscar a especulação e fortes saídas de capital.

“Se cairmos abaixo desse ponto crucial, teremos um custo maior para estabilizar as taxas de câmbio”, disse Sheng num fórum em Xangai, segundo o site de mídia financeira “WallStreetcn.com”, organizador do evento.

Estabilizar a taxa de câmbio exigiria significativamente menos das reservas cambiais da China, com o iuan a 6,7 ou 6,8 por dólar, mas as quantias necessárias subiriam bastante se a taxa caísse abaixo de 7, disse Sheng.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A moeda chinesa perdeu quase 7% do valor desde o início do ano e está se aproximando do nível 7 por dólar, que foi atingido pela última vez na crise financeira global em 2008.

Compartilhe esta publicação: