Apple registra receita US$ 64 bi no 3º trimestre

Valery Sharifulin\TASS via Getty Images
A Apple alcançou neste ano seu maior resultado para o terceiro trimestre da história da empresa

Resumo:

  • A Apple reportou uma renda de US$ 64 bilhões no 3º trimestre, o maior resultado que a empresa já teve para o período;
  • A alta vem de produtos alternativos a iPhone, iMacs e MacBooks;
  • Amanhã (1), a Apple vai lançar seu serviço de streaming, Apple TV +.

A Apple publicou ontem (30) seus resultados para o terceiro trimestre, mostrando alta surpreendente em vista do declínio das vendas do iPhone. O período, que acabou no dia 28 de setembro, rendeu à Apple receita de US$ 64 bilhões, uma alta de 2% comparada a esse trimestre no ano passado e um aumento de US$ 3,03 em cada ação, o que representa uma alta de 4%.

LEIA MAIS: Apple lança AirPod Pro a US$ 249

Os resultados surpreenderam por causa da baixa em vendas do iPhone, que já caíram 9,2% desde o começo do ano de acordo com o “The Wall Street Journal”. A alta de 1,8% que o trimestre representou vem principalmente da venda de produtos alternativos aos tradicionais celulares e computadores, como o Apple Watch e serviços de streaming como o Apple Music.

Amanhã (1), a Apple lançará oficialmente seu serviço de streaming de filmes e séries, o Apple TV +, que vem para concorrer com Netflix e Amazon Prime, entre outros. O serviço terá séries com personalidades como Jennifer Aniston e Reese Witherspoon. As assinaturas do Apple TV + serão mais um fator contribuidor ao aumento de renda da Apple para o próximo trimestre.

“Nós concluímos o ano fiscal de 2019 com nossa maior renda para o quarto trimestre de todos os tempo, abastecida pelo crescimento acelerado de serviços, produtos como o Apple Watch e o iPad,” disse Tim Cook, CEO da Apple, em uma declaração feita no site da empresa.

Além dos US$ 64 bilhões, a empresa ainda reportou que retornou US$ 21 bilhões aos seus acionistas, e previu para o próximo trimestre uma renda entre US$ 85,5 bilhões e US$ 89,5 bilhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).