SoftBank deve perder mais de US$ 5 bilhões com Uber e WeWork

ReproduçãoForbes
Os investimentos do SoftBank em startups como Uber, Slack e WeWork continuam a tropeçar

Resumo: 

  • A Softbank investiu em startups como  Uber, Slack e WeWork; 
  • Só com a participação na Uber, a empresa japonesa já pode prever perda de US$ 3,54 bilhões; 
  • O CEO da SoftBank, Masayoshi Son, admitiu erro nas parcerias.

Os investimentos do SoftBank em startups como Uber, Slack e WeWork continuam a tropeçar. Analistas determinaram que a empresa de telecomunicações e investimento japonesa irá perder bilhões de dólares no processo.

LEIA MAIS: WeWork negocia novo aporte do SoftBank em busca de reestruturação

  • O CEO da SoftBank, Masayoshi Son, que tem um patrimônio líquido estimado de US$ 19 bilhões, admitiu que está “envergonhado” por conta das grandes apostas em empresas deficitárias como a Uber e as próprias ações da WeWork
  • Ações da SoftBank caíram regularmente nos últimos dois meses, abaixo dos 25%, uma vez que os investidores estão cada vez mais cautelosos com as avaliações da startup.
  • A Sanford C. Bernstein estima que a redução da baixa do Fundo Vision pode atingir até US$ 5,93 bilhões, com uma queda adicional de US$ 1,24 bilhão a partir da porção WeWork do SoftBank Group.
  • A SoftBank já pode avistar uma perda de US$ 3,54 bilhões no valor de sua participação na Uber, além de uma redução de US$ 2,82 bilhões para o WeWork (assumindo que a avaliação da empresa está caindo de US$ 24 bilhões a US$ 15 bilhões, conforme relatado), de acordo com o analista da Sanford C. Bernstein, Chris Lane.
  • A Mitsubishi UFJ Morgan Stanley Securities também cortou a estimativa de lucro de US$ 5,4 bilhões para o Fundo Vision do SoftBank. A ação soma com uma perda operacional de US$ 3,4 bilhões no terceiro trimestre, citando também os preços em declínio de ações da Slack (32%) e da Uber (27%), assim como o cancelamento da abertura de capital do WeWork.
  • O analista da Mitsubishi UFJ, Hideaki Tanaki escreveu que ainda há uma “considerável volatilidade à frente” para o Fundo Vision; ele também cortou o lucro operacional de US$ 14,8 bilhões para US$ 9,4 bilhões no ano passado.

Masayoshi Son recentemente disse ao “Nikkei Business” que WeWork e Uber podem estar perdendo pilhas de dinheiro agora, mas “em dez anos eles estarão fazendo lucros substanciais.”

 

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).