Ações do controlador do GPA despencam após corte

Papéis do Casino lideraram as da bolsa de Paris com recuo de 7,4%, na abertura.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Amanda Perobelli/Reuters
Amanda Perobelli/Reuters

Ações do Casino chegaram a despencar 10% hoje depois que o varejista francês controlador do GPA reduziu sua previsão de resultado na França em 2019

Acessibilidade


As ações do Casino chegaram a despencar 10% hoje depois que o varejista francês controlador do GPA reduziu sua previsão de resultado na França em 2019, citando impacto das manifestações contra reforma da previdência que atingiram o país no quarto trimestre.

O grupo agora espera que seu lucro na França, excluindo atividades imobiliárias, tenha crescido 5% em 2019 em vez dos 10% estimados anteriormente.

VEJA TAMBÉM: Vendas do GPA saltam 24% no 4º tri com impulso de Assaí

Às 8h49 (horário de Brasília), as ações do Casino recuavam 7,4%, liderando as quedas da bolsa de Paris. A empresa deve divulgar resultado dos três últimos meses do ano passado em fevereiro ou março.

A rival francesa Fnac Darty também despencava, 9,2%, depois que afirmou que a receita do quarto trimestre caiu em 70 milhões de euros por causa dos protestos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Já os papéis do Carrefour, que divulga relatório de vendas do quarto trimestre em 23 de janeiro, mostravam recuo de 0,27%.

Acrescentando pressão ao Casino, notícias publicadas na quinta-feira afirmaram que alguns detentores de títulos de dívida da controladora Rallye rejeitaram proposta de reestruturação prevista em um plano de resgate.

As ações da Rallye recuavam 3,45% nesta sexta-feira. A empresa não comentou o assunto. Uma nova reunião de credores está marcada para 27 de janeiro.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: