Energisa posterga R$500 mi em investimentos previstos para 2020 devido ao coronavírus

Reuters
Reuters

Agora, os investimentos totais de 2020 estão estimados em R$ 2,4 bilhões.

A Energisa informou ontem (20) que decidiu postergar investimentos de R$ 500 milhões que estavam previstos para este ano, como medida de proteção ao caixa e gestão de liquidez em tempos de coronavírus.

Agora, os investimentos totais de 2020 estão estimados em R$ 2,4 bilhões.

A distribuidora disse que a medida faz parte de ações que visam o equilíbrio econômico-financeiro no curto e médio prazos, preservação dos empregos e relações contratuais com os fornecedores.

VEJA MAIS: BNDES espera finalizar em maio ajuda para indústrias automotiva, aérea e de energia

A decisão foi tomada após a agência reguladora Aneel ter autorizado a proibição, por 90 dias, de cortes de fornecimento para clientes residenciais e serviços essenciais, mesmo em caso de inadimplência.

Segundo a Energisa, isso vem provocando queda na arrecadação das concessionárias de distribuição de energia elétrica controladas pela companhia.

Além de ser uma tradicional investidora em distribuição de eletricidade, segmento no qual controla 11 empresas, a Energisa também atua na transmissão.

A situação do setor de distribuição tem levado o governo a negociar empréstimos junto a bancos para apoiar as empresas.

Esses financiamentos deverão ser pagos posteriormente pelos consumidores em até cinco anos, por meio das tarifas, disse uma autoridade à Reuters nesta segunda-feira. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).