Matthew Prince, CEO da Cloudflare, torna-se bilionário

Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Matthew Prince, CEO da Cloudflare, agora possui US$ 1,1 bilhão

Matthew Prince, cofundador e CEO da empresa de infraestrutura e segurança da internet Cloudflare, entrou no ranking dos bilionários ontem (7) depois que as ações da companhia atingiram o nível mais alto de todos os tempos no mesmo dia. Elas subiram 18% antes da divulgação do relatório de lucros trimestrais da organização, programado para após o fechamento do mercado. Prince, que possui uma participação de 12,5% na Cloudflare, agora possui US$ 1,1 bilhão.

O novo bilionário, de 46 anos, cofundou a empresa em 2009 com a diretora de operações Michelle Zatlyn, que tem uma participação de 4,8% na companhia. A Cloudflare abriu seu capital em setembro de 2019 e viu o valor de suas ações quase dobrarem desde então. Todavia, a organização perdeu quase US$ 106 milhões de US$ 287 milhões em receitas no ano passado.

VEJA MAIS: Conheça CloudFlare, o serviço de proteção virtual preferido pelos EUA e Israel

Antes do seu IPO, a Cloudflare reconheceu em documentos públicos que havia tido uma repercussão negativa na imprensa por fornecer serviços a clientes como o polêmico imageboard 8chan. No entanto, a empresa parou de negociar com a plataforma depois de ser revelado que o atirador por trás do tiroteio em massa em El Paso, no Texas, que ocorreu em agosto de 2019, postou seu manifesto no fórum digital antes de matar 22 pessoas e ferir pelo menos 26.

Na terça-feira (5), a organização anunciou uma parceria com a empresa de internet JD Cloud & Al, uma subsidiária da companhia de comércio eletrônico chinesa JD.com, para operar e dar suporte a 150 data centers em toda a China. “Não conheço muitas empresas que investem nessa área”, disse Prince à Forbes na semana passada. “Mas acho que, com o tempo, é inevitável. Se fôssemos ajudar a construir uma internet melhor, isso significaria que teríamos de ter uma presença maior na China”.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).