Empresa chinesa de jogos NetEase capta ao menos US$ 2,7 bilhões com oferta de ações em Hong Kong

ReutersConnect/Stringer
Pessoas passam pela frente de desenhos da NetEase Comics, em Xangai

A empresa chinesa de jogos online NetEase captou pelo menos US$ 2,7 bilhões em uma oferta de ações em Hong Kong, disseram duas fontes hoje (5), em meio a dúvidas de que as empresas do continente possam listar em Nova York, diante do aumento de tensões entre China e Estados Unidos.

A oferta da NetEase, segunda maior após o da Alibaba em 2019, deve ser uma das várias grandes ofertas em Hong Kong este ano.

LEIA MAIS: Fabricante de drones fundada por ex-engenheiros do Google fatura milhões em contratos com governo dos EUA

A empresa planejava vender 171,48 milhões de ações, de acordo com um documento anterior, com opção de vender outras 25,72 milhões de ações, sob a chamada opção ‘greenshoe’.

Sob os termos da oferta, uma American Depository Receipt (ADR) vale 25 das ações da empresa em Hong Kong.

Em documentos regulatórios anteriores, a NetEase disse que planejava usar o dinheiro captado em sua listagem de Hong Kong para financiar seus planos de expansão internacional.

Charles Li, presidente da Hong Kong Exchanges and Clearing, disse ontem (4) esperar que 2020 seja um grande ano para empresas retornando dos mercados norte-americanos.

LEIA TAMBÉM: Bolsonaro diz que acertou com Guedes 4ª e 5ª parcelas de auxílio emergencial

“Hoje, a atmosfera nos EUA está se tornando menos amigável e, obviamente, mudamos fundamentalmente muitos aspectos de nosso regime de listagem, para que fiquemos mais adaptados”, disse ele em uma conferência do setor realizada por Piper Sandler.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).