Volkswagen considera mais cortes de custos para lidar com crise

iStock
iStock

Principal marca do grupo precisa reduzir despesas materiais em 20%

A Volkswagen está considerando mais cortes de custos para lidar com o impacto econômico da pandemia de Covid-19, afirmou um porta-voz do grupo automotivo alemão hoje (6).

A questão foi discutida recentemente durante um evento interno da companhia, afirmou o porta-voz ao ser questionado sobre notícia publicada pela revista especializada Automobilwoche.

VEJA TAMBÉM: Volkswagen injeta € 2 bilhões em aposta em veículos elétricos na China

“Houve discussões gerais sobre que outras medidas de custo podem ser tomadas para respondermos à pandemia”, afirmou o porta-voz. “Não há decisões concretas ainda.”

A Automobilwoche citou o presidente-executivo da Volkswagen, Herbert Diess, afirmando a gestores graduados da companhia na quinta-feira: “Precisamos reduzir significativamente o gasto com pesquisa e desenvolvimento, investimento e custos fixos em relação ao planejamento anterior.”

A posição de liquidez do grupo “continuará caindo pelo menos até julho por causa da fraca demanda”, disse Diess na reunião, segundo a revista, que acrescentou que nem todas as marcas do grupo vão ter resultado positivo este ano.

Isso significa que a principal marca do grupo, VW, precisa reduzir despesas materiais em 20%, afirmou a revista. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).