“Um sonho precisa ser seguido por atitudes”, afirma Janguiê Diniz, fundador da Ser Educacional

cred heudes regis
cred heudes regis

Janguiê Diniz considera a educação como a única forma de mobilidade social

Histórias de superação costumam ter impactos profundos na vida profissional. Um exemplo disso é a trajetória de Janguiê Diniz, fundador e presidente do conselho de administração do grupo Ser Educacional e presidente do Instituto Êxito de Empreendedorismo, entidade sem fins lucrativos que apoia o empreendedorismo.

O empresário, convidado de Antonio Camarotti, CEO da Forbes, para uma live no último mês de junho, revelou que conviveu com a pobreza durante a infância e a adolescência, e que chegou a exercer diversos trabalhos para ajudar financeiramente sua família. Filho de pai agricultor, Janguiê decidiu quebrar as expectativas e continuar estudando em vez de seguir no campo: “Eu sabia que a educação era a única forma de mudar de vida. Essa é a única maneira de mobilidade social”, afirmou.

LEIA MAIS: Ordem global em movimento: para o bilionário Ray Dalio, o atual “cálice sagrado para ganhar dinheiro” é a diversidade de investimentos

Como sua cidade não possuía uma escola que oferecesse o ensino médio, ele se viu obrigado a tentar a vida em Recife, a capital pernambucana. Graças à sua habilidade em datilografar, Janguiê conseguiu uma ocupação na cidade com seu tio, o que lhe permitiu seguir estudando. Segundo ele, foi naquele momento que começou a sonhar alto.

Ao falar sobre expectativas de vida, ele lembrou: “O sonho é apenas o primeiro passo, o mapa. Precisamos transformar isso em metas grandes e ir realizando as metas pequenas até chegar lá”. O empresário deixou claro que chegar longe requer muito esforço, mas é preciso agir.

Janguiê considera que está começando a vida de empreendedor apenas agora, e explica sua concepção de empreendedorismo: “É um estilo de vida. É transformar pensamentos em ação e sonhos em realidade”. Ele também ressaltou a importância de criar algo que gere valor positivo para você e para a sociedade como um todo, como o Grupo Êxito, seu mais recente empreendimento.

A plataforma online da organização vai oferecer, segundo ele, quase 300 cursos de forma gratuita para a sociedade, tratando de habilidades socioemocionais e técnicas. Dessa forma, os jovens poderão entender que “não interessa de onde você vem, mas sim para onde você quer ir” – a história do próprio Janguiê.

Como toda trajetória de sucesso, a de Janguiê também conta com momentos de fracasso e dificuldade, como a falência de sua primeira empresa de advocacia: “Quando meu filho nasceu, eu não tinha nem plano de saúde”, lembrou. Dessa maneira, aprendeu que é nos momentos difíceis que devemos nos reinventar e traçar novos planos, com disciplina e determinação.

LEIA TAMBÉM: Por que a perda de US$ 8 bilhões nos últimos 2 dias na fortuna de Jeff Bezos não significa muito

Ao recordar o passado, Janguiê garantiu que sua obstinação foi decisiva para chegar ao lugar que ocupa hoje, como um dos ocupantes do ranking de bilionários brasileiros da Forbes. Mesmo com a origem humilde, o empresário conseguiu crescer e dividir a sala da faculdade de Direito com alunos das melhores escolas do Brasil.

Protagonista de um dos setores mais impactados com a pandemia de Covid-19 e a consequente quarentena forçada, o fundador da Ser Educacional declarou que a volta ao normal é inevitável: “Os governos terão que reabrir a economia com muito cuidado”, avaliou.

Janguiê declarou que, assim como bares e restaurantes, as escolas e faculdades devem começar a reabrir com os devidos protocolos de segurança, para garantir a saúde dos professores, alunos e da sociedade como um todo.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).