A semana dos bilionários: os 10 maiores ganhadores ficaram, juntos, US$ 53 bilhões mais ricos

Getty Images
Getty Images

O maior ganhador da semana é o fundador e CEO da Tesla, Elon Musk

Embora o Dow Jones e o S&P 500 tenham permanecido praticamente estáveis ​​durante a semana, as fortunas de dez bilionários cresceram surpreendentes US$ 53,4 bilhões no período, que teve um marco simbólico na terça-feira (18): o S&P 500 atingiu um recorde histórico, revertendo as perdas após a quebra do mercado de ações em março.

O maior ganhador da semana é o fundador e CEO da Tesla, Elon Musk, que reivindicou o título de quinta pessoa mais rica do mundo na segunda-feira (17), depois que uma atualização das estimativas dos analistas sobre o otimismo na demanda por veículos elétricos chineses fez as ações dispararem. Na semana passada, as ações da Tesla subiram mais de 24%, elevando o patrimônio líquido de Musk em US$ 15 bilhões. Ele terminou o dia de ontem (21) com uma fortuna de US$ 91,7 bilhões, seu recorde histórico. Sua empresa com sede em Palo Alto, Califórnia, tornou-se a montadora de automóveis mais valiosa do mundo no início de julho e ultrapassou até o Walmart em valor de mercado na última semana.

LEIA MAIS: Número de negros na lista de bilionários do mundo sobe para 16

O magnata das hipotecas Dan Gilbert é o maior ganhador em percentual da semana. Apenas 15 dias depois da grande estreia no mercado de captação pública, que representou um aumento de seis vezes no patrimônio líquido de Gilbert, as ações da Rocket Companies – controladora do maior credor hipotecário do país, a Quicken Loans – continuaram a tendência de alta, subindo 37% esta semana e adicionando US$ 13 bilhões à fortuna do magnata – US$ 4 bilhões somente na sexta-feira. O residente de Detroit, que fundou a Rocket Companies (então chamada de Rock Financial) em 1985, agora tem US$ 53,5 bilhões. Assim, ele terminou a semana como a 20ª pessoa mais rica do mundo, superando o magnata mexicano das telecomunicações Carlos Slim Helú, que foi a pessoa mais rica do planeta por vários anos até ser oficialmente ultrapassado por Bill Gates em 2013.

Todos os dez maiores ganhadores da semana devem sua fortuna às ações de tecnologia em alta – a maioria das quais são parte do S&P 500. Jeff Bezos e sua ex-mulher, MacKenzie Scott, por exemplo, foram os terceiro e sétimo maiores ganhadores, respectivamente, com altas de US$ 7,6 bilhões e US$ 2,6 bilhões. Embora as ações da Amazon tenham se estabilizado na sexta-feira, encerraram a semana em alta de 4% e até atingiram um novo recorde na terça-feira (18). os papéis subiram mais de 70% em 2020, e a fortuna de Bezos agora é de US$ 196,3 bilhões.

Apenas dois bilionários que não são norte-americanos estão entre os maiores ganhadores desta semana. O primeiro é Richard Liu, líder do e-commerce chinês frequentemente chamado de “Jeff Bezos da China”. O CEO da JD.com, com sede em Pequim, acrescentou US$ 2,6 bilhões à sua fortuna desde a penúltima sexta-feira (14). As ações de sua empresa listada na Nasdaq dispararam 21% esta semana depois que o balanço revelou que as receitas aumentaram mais de 33% no segundo trimestre, para US$ 28,5 bilhões. A companhia atribuiu parte de seu desempenho ao sucesso do feriado de compras que abrange os primeiros 18 dias de junho. Este ano, a empresa administrou quase US$ 40 bilhões em transações, 30% acima do ano passado. As ações da JD.com fecharam em alta na sexta-feira e Liu agora acumula US$ 16,1 bilhões. Lei Jun, cofundador e presidente da popular fabricante chinesa de smartphones Xiaomi, é o outro grande destaque de fora dos Estados Unidos. Agora, Jun tem um patrimônio de US$ 17,2 bilhões, US$ 2,6 bilhões a mais nesta semana.

Veja, na galeria de fotos a seguir, os 10 bilionários que mais ganharam na última semana (entre 14 a 21 de agosto):

  • 1. Elon Musk

    Patrimônio: US$ 91,7 bilhões (aumento de US$ 15 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte da riqueza: Tesla Motors e SpaceX

    Getty Images
  • 2. Dan Gilbert

    Patrimônio: US$ 53,5 bilhões (aumento de US$ 13 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte da riqueza: Quicken Loans

    Getty Images
  • 3. Jeff Bezos

    Patrimônio: US$ 196,3 bilhões (aumento de US$ 7,6 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte da riqueza: Amazon

    Getty Images
  • 4. Larry Page

    Patrimônio: US$ 70,2 bilhões (aumento de US$ 2,8 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte da riqueza: Google

    Getty Images
  • 5 (empate). Richard Qiangdong Liu

    Patrimônio: US$ 16,2 bilhões (aumento de US$ 2,7 bilhões)
    País: China
    Fonte da riqueza: E-commerce

    Getty Images
  • 5 (empate). Sergey Brin

    Patrimônio: US$ 68,3 bilhões (aumento de US$ 2,7 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte da riqueza: Google

    Getty Images
  • 7 (empate). Mackenzie Scott

    Patrimônio: US$ 62,2 bilhões (aumento de US$ 2,6 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte da riqueza: Amazon

    Getty Images
  • 7 (empate). Lein Jun

    Patrimônio: US$ 17,2 bilhões (aumento de US$ 2,6 bilhões)
    País: China
    Fonte da riqueza: Xiaomi

    Getty Images
  • 9. Larry Ellison

    Patrimônio: US$ 73,5 bilhões (aumento de US$ 2,3 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte da riqueza: Software

    Getty Images
  • 10. Mark Zuckerberg

    Patrimônio: US$ 98,1 bilhões (aumento de US$ 2,1 bilhões)
    País: Estados Unidos
    Fonte da riqueza: Facebook

    Getty Images

1. Elon Musk

Patrimônio: US$ 91,7 bilhões (aumento de US$ 15 bilhões)
País: Estados Unidos
Fonte da riqueza: Tesla Motors e SpaceX

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).