Plataforma de varejo online Nuvemshop recebe aporte de US$ 30 mi

Westend61/Getty Images
Westend61/Getty Images

A captação é a quarta desde a fundação da empresa em 2010

A companhia argentina de soluções para comércio eletrônico Nuvemshop recebeu aporte de US$ 30 milhões coliderado pelos fundos Qualcomm Ventures e Kaszek Ventures, informou hoje (13) a empresa.

A captação é a quarta desde a fundação da empresa em 2010 e vem em um momento em que o varejo físico tem perdido terreno para transações online, em meio às medidas de isolamento social causadas pela pandemia de Covid-19.

VEJA MAIS: Klabin reforça mira no ecommerce com avanço do varejo online

O investimento será dedicado, em sua maior parte, ao aprimoramento do ecossistema de soluções que envolve serviços como pagamentos, frete, gestão de estoque e ferramentas de marketing, afirmou a empresa em comunicado.

A Nuvemshop, que fornece ferramentas de gestão de lojas online incluindo estoque e logística, tem dois escritórios no Brasil, um na Argentina e está se expandindo também para o México e outros países da América Latina. O número de funcionários dobrou neste ano, para 300. A empresa tem como rivais nomes como Mercado Livre, B2W, Locaweb e Totvs.

Segundo a Nuvemshop, que usa a marca Tiendanube nos países de língua espanhola, em 2019 o total de vendas dos clientes da companhia somou mais de US$ 220 milhões e, neste ano, a expectativa é que a cifra supere US$ 1 bilhão. “Isso porque, somente de maio até setembro, a Nuvemshop dobrou sua base de clientes vendendo online, alcançando 60 mil lojas”, afirmou a companhia em comunicado. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).