Volkswagen Caminhões e Ônibus amplia investimentos de 2021 a 2025

Recurso de R$ 2 bilhões é o maior do ciclo da companhia nos últimos anos.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Picture Alliance/Getty Images
Picture Alliance/Getty Images

Os recursos serão destinados a novas tecnologias como veículos elétricos, serviços de digitalização e também em direção autônoma

Acessibilidade


A Volkswagen Caminhões e Ônibus, parte do grupo global Traton, anunciou hoje (10) investimento de R$ 2 bilhões entre 2021 e 2025, valor que marca o maior ciclo de investimento da companhia nos últimos anos.

Os recursos serão destinados a novas tecnologias como veículos elétricos, serviços de digitalização e também em direção autônoma e são maiores que o ciclo anterior de investimento dos últimos cinco anos, de R$ 1,5 bilhão.

LEIA MAIS: Ambev confirma 1ª encomenda de caminhões elétricos para Volkswagen

“Aumentamos os investimentos porque o mercado exige… Os investimentos anteriores contemplavam muito mais produtos e este ciclo envolve outras tecnologias muito mais abrangentes”, disse o presidente da Volkswagen Caminhões e Ônibus, Roberto Cortes, por videoconferência.

“É o maior ciclo de investimentos depois de quatro ciclos consecutivos de R$ 1 bilhão e o último que foi de R$ 1,5 bilhão”, disse o executivo.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Além do plano, o executivo também anunciou que o complexo fabril de Resende (RJ), que concentra as operações de desenvolvimento e produção da Volkswagen Caminhões e Ônibus, iniciou contratação de 550 funcionários. Das novas contratações, quase 300 trabalhadores serão destinados para a nova linha de produção do caminhão extrapesado lançado em setembro Meteor, o maior da Volkswagen no mundo, com 520 cavalos. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: