Presidente de operações globais da Bunge deve se aposentar no fim do ano

Empresa pretende distribuir suas funções de maneira interna ao longo dos próximos meses

Redação
Compartilhe esta publicação:
Enrique Marcarian/Reuters
Enrique Marcarian/Reuters

Raul Padilla planeja ficar no cargo até o dia 31 de dezembro deste ano

Acessibilidade


O presidente de Operações Globais da companhia de agronegócio Bunge, Raul Padilla, planeja se aposentar no dia 31 de dezembro deste ano, informou hoje (17) a empresa norte-americana, que pretende distribuir suas funções de maneira interna ao longo dos próximos meses.

A companhia indicou já nesta quarta que os trabalhos de Relações Exteriores na América do Sul ficarão a cargo de Julio Garros, que atua na empresa há 19 anos e ocupa atualmente a função de líder de Transformação Global no Agronegócio.

LEIA MAIS: C-Suite: Raphael Denadai é o novo presidente da SKY Brasil

Padilla, que servia como presidente de Operações Globais da Bunge desde maio de 2019, trabalhou na empresa por mais de 20 anos.

“Raul ajudou a conduzir a Bunge por anos de rápidas mudanças na indústria… Seu legado terá longa vida na companhia”, disse em nota o presidente-executivo da Bunge, Greg Heckman.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Com nosso modelo operacional bem estabelecido e um conjunto de líderes talentosos responsáveis por suas respectivas cadeias de valor, seguimos esperando ótimas coisas de nosso negócio agrícola”, acrescentou Heckman, ao parabenizar Julio Garros por sua nova função. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: