Três passos para arrasar ao moderar um debate

A qualidade de um painel depende em grande parte de seu moderador, que deve atuar como defensor do público enquanto a sessão acontece.

Bruce Kasanoff
Compartilhe esta publicação:
Getty Images
Getty Images

Lembre-se de que seu papel é observar o público e mudar o ritmo

Acessibilidade


A maioria dos participantes de conferências ouve a frase “painel de debate” e resmunga involuntariamente. Eles participaram de muitas conferências nas quais os convidados do painel falam sem parar, repetem o que os outros dizem e praticamente ignoram o público.

Não precisa ser assim.

A qualidade de um debate depende em grande parte de seu moderador, que não deve apenas desempenhar um papel na seleção e preparação dos participantes do painel, mas também atuar como defensor do público enquanto a sessão  estiver em andamento.

Para manter as coisas simples, aqui estão os três passos para transformar essas sessões chatas em eventos fascinantes e energizantes:

Passo 1: Prepare o painel com antecedência

Como moderador, você deve conversar com cada integrante antes do evento. Durante esta sessão de preparação, você tem dois objetivos principais. Primeiro, descubra os insights mais valiosos que cada um tem. Segundo, prepare-o para a maneira como você deseja que a sessão do painel se desenrole.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Peça as três principais ideias ou mensagens que eles desejam compartilhar durante sua sessão. Obtenha detalhes suficientes para entender não apenas as mensagens, mas também o pensamento subjacente ao ponto de vista deles. Isso prepara você para trazer o seu melhor.

Além disso, explique educadamente que seu objetivo é liderar um painel de discussão muito mais energizante do que eles provavelmente experimentaram em outros lugares. Diga a eles que você não fará a mesma pergunta a todos os convidados. Convide-os a discordar uns dos outros e até mesmo a fazer perguntas a outros palestrantes.

Feche esta sessão com um pedido: que não importa o quão animada a conversa fique, eles precisam deixar que você volte e assuma o controle quando apropriado. Explique que você é o defensor do público e que também deve manter o painel no tempo e no tópico. Agradeça-lhes pela cooperação e participação.

Passo 2: Envolva o público desde o início

Seu papel é mostrar ao público que eles são participantes ativos deste evento. Dê-lhes a oportunidade de fazer perguntas mesmo nos primeiros quinze minutos; poucos painéis fazem isso e é uma maneira maravilhosa de sinalizar que este painel é muito mais interativo do que a maioria.

Observe também as oportunidades de pedir para mostrar como o público se sente em relação a um determinado tópico ou pergunta.

Lembre-se de que seu papel é observar o público e mudar o ritmo, o tom ou a direção do painel com base em suas necessidades. Muitos moderadores se concentram no painel e praticamente ignoram o público. Isso é um grande erro, pois sem um público engajado não há necessidade de painel.

Passo 3: Ouça, questione e convide ao debate

Como moderador, você deve ouvir intensamente o que cada participante diz e pensar se o que eles compartilharam ou não:

  • Faz sentido
  • É chato ou errado objetivamente
  • Leva você a outros tópicos ou pontos de vista importantes
  • Pode ser contrário ao que outro painelista acredita
  • É de interesse especial para o público (ou não)

Seu objetivo não deve ser chegar a um consenso, mas sim aprofundar o conhecimento e a perspectiva do público. Crie um ambiente seguro no qual as pessoas possam discordar de forma respeitosa e inteligente.

Por fim, a menos que você tenha uma razão extraordinariamente boa para fazê-lo, nunca faça a mesma pergunta a dois palestrantes em sequência. Esta é a sentença de morte da maioria dos debates.

Compartilhe esta publicação: