Justiça homologa acordo entre Samarco e autoridades

Termo de Ajustamento de Conduta extingue ação de R$ 20 bi contra a companhia.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:

O acordo, assinado em 25 de junho entre a Samarco e suas acionistas (BHP Billiton e Vale), Ministério Público e órgãos dos governos federal, do Espírito Santo e de Minas Gerais, extingue uma ação de R$ 20 bilhões movida contra as companhias

Acessibilidade


A 12ª Vara da Justiça Federal de Minas Gerais homologou hoje (8) o Termo de Ajustamento de Conduta Governança (TAC GOV) firmado entre a mineradora Samarco e autoridades que amplia a participação das pessoas atingidas no processo de reparação dos impactos decorrentes do rompimento em 2015 da barragem de Fundão, em Mariana (MG), informou a empresa.

LEIA MAIS: Samarco tenta licenças para retomar operações

O acordo, assinado em 25 de junho entre a Samarco e suas acionistas (BHP Billiton e Vale), Ministério Público e órgãos dos governos federal, do Espírito Santo e de Minas Gerais, extingue uma ação de R$ 20 bilhões movida contra as companhias. “A Samarco reforça, mais uma vez, o seu compromisso com a reparação dos danos socioeconômicos e socioambientais e reitera que sempre buscou a conciliação”, disse a companhia em nota.

Compartilhe esta publicação: