Entenda por que a inteligência artificial já está na era de ouro

Em 2019, 74% das empresas norte-americanas adotaram a IA

Resumo:

  • Uma pesquisa realizada com mil executivos analisou a aplicação de inteligência artificial nas empresas;
  • A grande maioria (93%) acredita que a IA e outras tecnologias emergentes ajudam nos negócios;
  • Cientistas e tecnólogos especializados passaram a ser mais procurados e contratados por empreendimentos interessados na tecnologia.

O recém-divulgado estudo Gartner Hype Cycle para inteligência artificial (focado em representar maturidade, adoção e aplicação social de tecnologias específicas) mostra que a inovação está no topo da onda; longe de uma queda. Diversos líderes de negócios ainda não se decepcionaram.

LEIA MAIS: Como empresas usam inteligência artificial para evitar fraudes

Uma pesquisa com mais de mil executivos, divulgada pela RELX, confirma que esta é a era de ouro da IA. A adoção continuou a subir no ano passado, passando de 48%, em 2018, para 72%, em 2019.

Nada menos que 93% dos executivos entrevistados dizem que as tecnologias emergentes, incluindo a IA e suas irmãs deep learning e machine learning, estão ajudando seus negócios a serem mais competitivos. Entre eles, 57% relatam que a tecnologia está ajudando a melhorar e desenvolver produtos, enquanto 54% dizem que elas otimizam o controle e a colaboração.

A pesquisa sugere que a IA pode ser um instrumento para consolidar e reduzir a força de trabalho e as operações, mas está tendo o efeito oposto. Cerca de dois terços dos executivos (64%) expandiram as áreas de seus negócios afetadas pela inteligência artificial no ano passado. A maioria das empresas (56%) aumentou o número de cientistas e tecnólogos de dados para apoiar a expansão da tecnologia. Outros 54% criaram novos papéis focados em inovações emergentes. Com o aumento da contratação, 54% das organizações conseguiram implementar estratégias adicionais de IA.

Os executivos reconhecem e afirmam que estão buscando ativamente oportunidades de educação e treinamento. Grande parte (93%) acredita que as empresas devem investir na força de trabalho de inteligência artificial do futuro através de iniciativas educacionais, como parcerias com universidades. A maioria (62%) deles afirma que sua empresa oferece treinamento em IA atualmente, contra 46%, em 2018. Dos que falam que sua empresa não oferece treinamento, cerca de metade (53%) diz que está nos planos.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).