Google diz que hackers apoiados por governos estão intensificando ataques de phishing

Olly-Curtis_Future-via-Getty-Images
Olly-Curtis_Future-via-Getty-Images

Hackers têm como alvo instituições de saúde como a OMS

Especialistas em segurança do Google, da Alphabet, identificaram mais de uma dúzia de grupos de hackers apoiados por governos usando a pandemia de Covid-19 como cobertura para realizar tentativas de ataques com phishing e malware.

O Google disse hoje (22) que o Threat Analysis Group observou hackers atacando organizações internacionais de saúde, incluindo atividades citadas pela Reuters do início do mês, com a Organização Mundial da Saúde sendo um dos alvos.

LEIA MAIS: Google e fundação de Rihanna estão entre apoiadores de iniciativa que distribui US$ 1.000 a pessoas de baixa renda nos EUA

A OMS e outras organizações, no centro de um esforço global para conter o coronavírus, sofreram um bombardeio digital sustentado por hackers que buscam informações sobre a pandemia.

O Google afirmou ter detectado 18 milhões de mensagens por dia de malware e phishing no Gmail relacionadas à pandemia. “Uma campanha notável tentou direcionar contas pessoais de funcionários do governo dos EUA com iscas de phishing usando redes norte-americanas de fast food e mensagens sobre Covid-19”, disse o Google em um post.

O Google disse que está trabalhando para identificar e prevenir ameaças, usando ferramentas de investigação internas, compartilhamento de informações com parceiros e policiais, além de pistas e informações de pesquisadores de terceiros.

(com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).