Infecções por Covid-19 crescem exponencialmente, com mortes perto de 50 mil

Andriy Onufriyenko/GettyImages
Andriy Onufriyenko/GettyImages

Nas últimas cinco semanas, houve um crescimento quase exponencial no número de novos casos de Covid-19

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, manifestou profunda preocupação hoje (1) sobre “a rápida escalada e disseminação global” das infecções pelo novo coronavírus, que já atingiu 205 países e territórios.

“Nas últimas cinco semanas, houve um crescimento quase exponencial no número de novos casos e o número de mortes mais que dobrou na semana passada”, disse o chefe da OMS, em uma entrevista coletiva virtual em Genebra. “Nos próximos dias, chegaremos a 1 milhão de casos confirmados e 50 mil mortes em todo o mundo”, afirmou Tedros.

VEJA TAMBÉM: O que epidemias passadas podem ensinar sobre o coronavírus

Na coletiva, um jornalista brasileiro pediu a posição da OMS após o presidente Jair Bolsonaro, na manhã de ontem (31), ter distorcido declarações de Tedros.

Na ocasião, Bolsonaro disse a apoiadores que o diretor-geral da OMS teria se associado a ele e defendido que trabalhadores informais voltem a trabalhar, a despeito das medidas de restrição de movimentação impostas para conter a disseminação do coronavírus.

Mike Ryan, principal especialista em emergências da OMS, foi quem respondeu ao questionamento na coletiva desta tarde, dizendo que a orientação da organização, não só ao Brasil, é que os países adotem as medidas necessárias para fortalecer seus sistemas de saúde.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).