Zoom lança serviço de assinatura de hardware

Carlo Allegri/Reuters
Carlo Allegri/Reuters

Eric Yuan, presidente da Zoom Video, posa para foto após cerimônia de estreia das ações da companhia na Nasdaq

A Zoom Video anunciou hoje (7) um serviço de assinatura de hardware, buscando tornar seu aplicativo de teleconferência mais acessível e permitindo que usuários escolham opções de assinatura para telefones e salas de reunião.

Os planos para o Zoom Phone custam entre US$ 5,99 e US$ 60 por mês, com base no dispositivo escolhido, enquanto o custo dos serviços de hardware para o Zoom Rooms varia de US$ 75 a US$ 200 por mês, de acordo com o site da empresa.

LEIA MAIS: 5 estratégias para apresentações de sucesso no Zoom

A Zoom fez parceria com fabricantes de hardware, como DTEN, Neat, Poly e Yealink, para os serviços de assinatura.

A plataforma de teleconferência, que teve alta de usuários com a pandemia de Covid-19, que forçou milhões em todo o mundo a ficarem em casa, enfrentou reação negativa por questões de privacidade e segurança, levando-a a lançar atualizações.

Siga todas as novidades da Forbes Insider no Telegram

O lançamento ocorre quase uma semana depois que a Zoom afirmou ter feito um progresso significativo em um relatório de transparência, que detalha as informações relacionadas às solicitações por dados, registros e conteúdo, acrescentando que o relatório será publicado ainda este ano. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).