Apresentado por       

Totvs amplia lucro no 1º tri e diz ainda não ter sofrido efeitos da Covid-19

Resultado de R$ 62,9 milhões representa alta de 43,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

Redação
Apresentado por       
Compartilhe esta publicação:
Balanço financeiro Forbes
Balanço financeiro Forbes

A receita líquida da companhia subiu 6,7% sobre o primeiro trimestre do ano passado

Acessibilidade


A Totvs teve receita e lucro do primeiro trimestre pouco abaixo da previsão de analistas, reforçando que o setor de tecnologia foi um dos poucos a ter passado quase ileso aos primeiros efeitos econômicos da pandemia do coronavírus.

A produtora de softwares de gestão anunciou hoje (6) que seu lucro ajustado de janeiro a março somou R$ 62,9 milhões, alta de 43,5% em relação a igual período de 2019, embora tenha vindo abaixo da previsão média de analistas consultados pela Refinitiv, de R$ 81,9 milhões.

VEJA MAIS: Tecnologia ganha protagonismo no combate à violência doméstica na pandemia

Já o resultado operacional da companhia medido pelo lucro antes de impostos, juros, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado foi de R$ 126,9 milhões no trimestre, avanço ano a ano de 10,6%. A previsão média dos analistas era de R$ 133 milhões, segundo a Refinitiv.

A receita líquida da companhia subiu 6,7% sobre o primeiro trimestre do ano passado, para R$ 601,4 milhões, “mesmo com o início da crise da Covid-19 na segunda quinzena de março”.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A companhia teve redução de 37,8% na provisão para inadimplência ante o primeiro trimestre do ano passado, para R$ 5,56 milhões, refletindo o menor volume de atraso de clientes no início de ano e afirmou ainda não ter visto impacto relevante no risco de crédito devido aos efeitos econômicos da epidemia entre seus clientes.

A Totvs afirmou que tinha posição de caixa de cerca de R$ 1,4 bilhão no fim de março e que pretende manter sua posição de liquidez para enfrentar “potenciais impactos decorrentes da evolução da Covid-19 nos seus negócios e em seu ecossistema”. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: