BV retoma processo de IPO

Amanda Perobelli/ Reuters
Amanda Perobelli/ Reuters

BV, ex-Banco Votorantim, retomou os planos de listagem na bolsa paulista por meio de uma oferta inicial

O BV, ex-Banco Votorantim, retomou os planos de listagem na bolsa paulista por meio de uma oferta inicial de recibos de ações (units), operação que havia sido cancelada em março, um mês depois de iniciada, devido aos efeitos da Covid-19.

O banco controlado pelo Grupo Votorantim e pelo Banco do Brasil informou ontem (27) que pediu à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) registro de companhia aberta e para realizar uma oferta pública de primária e secundária de certificados de depósito de ações.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Os coordenadores da operação serão os mesmos do pedido inicialmente feito em março: Goldman Sachs, JPMorgan, BB Investimentos, Itaú BBA, Morgan Stanley, Bank of America e UBS.

O plano original inicialmente previa uma operação de cerca de R$ 5 bilhões, sendo R$ 1 bilhão de uma oferta primária e os R$ 4 bilhões restantes corresponderão à oferta secundária, divididos igualmente entre BB e Grupo Votorantim. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).