Futuros nos EUA trabalham com volatilidade e bolsas europeias têm forte recuo no dia

Peterschreiber Media/GettyImages
Peterschreiber Media/GettyImages

Volatilidade reflete a cautela dos investidores frente a mais um dia de negociações para um novo pacote de estímulo econômico

Os futuros dos principais índices acionários em Wall Street oscilam na manhã desta quarta-feira (21). A volatilidade reflete a cautela dos investidores frente a mais um dia de negociações entre o Congresso e a Casa Branca para um novo pacote de estímulo econômico. Às 7h15, o Dow Jones subia 0,05%, o S&P 500 ganhava 0,13% e o Nasdaq tinha alta de 0,14%. Minutos antes, os indicadores futuros trabalhavam em queda.

Ontem, os Estados Unidos aproximaram-se de um acordo sobre um novo pacote de alívio ao coronavírus. A apenas duas semanas das eleições presidenciais norte-americanas, Trump sinalizou disposição de concordar com um pacote de montante superior a US$ 2,2 trilhões para a economia, como os democratas vinham pressionando há meses. “Eu quero isso ainda maior do que os democratas (querem)”, disse Trump em entrevista à Fox News. O montante, no entanto, enfrentaria resistência entre os republicanos no Senado.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Enquanto não há solução para o impasse, o coronavírus avança no país. Apenas ontem, as novas infecções somaram 60 mil casos nos EUA. A Europa também enfrenta uma segunda onda de contaminações e novas medidas de distanciamento social. A Espanha anunciou ontem que estuda juntar-se à França e decretar um toque de recolher para a população. O FTSE 100 perdia 1,10% no mesmo horário, acompanhado de 0,66% de recuo no DAX, queda de 0,88% no CAC 40, perdas de 0,69% no Stoxx 600 e de 0,80% no FTSE MIB.

Na Ásia, apenas a bolsa de Shangai fechou o dia no vermelho, com recuo de 0,09%, pressionada pela realização de lucros em ações do setor automobilístico ligado a energias renováveis. O Nikkei 225, do Japão, subiu 0,31%, seguindo por 0,75% de alta no Hang Seng e por valorização de 0,40% no BSE Sensex. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).