Tradings de soja do Brasil se comprometem com desmatamento zero a partir de 2020

Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

A promessa envolve o veto à comercialização de soja cultivada em terras desmatadas após agosto de 2020 em todo o Brasil.

As tradings de soja brasileiras CJ Selecta, Caramuru e Imcopa se comprometeram com o desmatamento zero em suas respectivas cadeias de suprimento, em movimento que pressiona empresas de maior porte a acelerar compromissos ambientais. As três companhias abastecem principalmente a indústria de salmão da Noruega.

A promessa envolve o veto à comercialização de soja cultivada em terras desmatadas após agosto de 2020 em todo o Brasil, o que faz com que a decisão vá além de acordos anteriores entre tradings, que se aplicavam apenas à Amazônia.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Patricia Sugui, diretora de Sustentabilidade da CJ Selecta, disse que as três empresas fazem parte de um grupo que promove a sustentabilidade da soja, acrescentando que a medida para erradicar o desmatamento de suas cadeias imediatamente é “uma resposta a demandas da sociedade civil”. A Caramuru, que exportou 817 mil toneladas de farelo de soja em no ano passado, disse que vai utilizar satélites e dados governamentais para cumprir a promessa.

O compromisso é o primeiro do gênero entre fornecedores de soja brasileiros, colocando pressão sobre grandes players, como a Cargill e a Bunge. “Nós aplaudimos essa iniciativa da Caramuru, CJ Selecta e Imcopa para proteger o meio ambiente brasileiro e a vida selvagem fora da cadeia de valor do salmão”, disse a Cargill à Reuters.

Em comunicado, a Bunge afirmou que se comprometeu a eliminar o desmatamento legal de todas as suas cadeias de suprimento até 2025, “o prazo mais curto do setor”. A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) não respondeu de imediato a um pedido por comentários. (com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).