BofA corta Brasil para 'marketweight' em portfólio de ações na América Latina

Analistas do banco também reduziram exposição a companhias de controle estatal e citaram incerteza .

Redação
Compartilhe esta publicação:
SOPA Images
SOPA Images

Analistas do banco também reduziram exposição a companhias de controle estatal e citaram incerteza

Acessibilidade


Analistas do Bank of America cortaram a recomendação do Brasil para o ‘marketweight’ (indicador que aponta que as ações devem acompanhar o índice do mercado) em portfólio de ações na América Latina, bem como reduziram exposição a companhias de controle estatal, e citaram “maior incerteza”.

O BofA também excluiu Petrobras e Eletrobras de seu portfólio, enquanto incluiu Klabin, Cosan e Natura. “Nós gostamos do setor financeiro, comércio eletrônico, empresas de pagamentos e proteínas”, afirmou o banco.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Em contrapartida, os analistas elevaram o Chile para ‘marketweight’, incluindo Andina. O México é agora a única região com ‘overweight’ (indicador que aponta que as ações podem ter um desempenho maior que o índice) no portfólio. (com Reuters)

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: