Mercado Livre investirá US$ 1,1 bilhão no México em 2021

Ginnette Riquelme/Reuters
Ginnette Riquelme/Reuters

Marcos Galperin é o fundador, presidente e CEO do Mercado Livre

O Mercado Livre afirmou hoje (6) que vai investir US$ 1,1 bilhão em 2021 para expandir sua estrutura logística no México, diante de um boom de vendas online durante a pandemia de Covid-19. O valor é quase o triplo dos US$ 420 milhões que o Marcado Livre investiu no ano passado no país, onde a empresa está tentando ficar à frente da gigante Amazon e de outros rivais.

O investimento vai ajudar o Mercado Livre a dobrar o espaço de armazenamento de produtos e impulsionar os serviços de fintech, como crédito, segundo a empresa em comunicado. Ela ainda acrescentou que criará mais de 4.700 empregos.

LEIA MAIS: Mercado Livre investirá R$ 10 bi no Brasil em 2021

David Geisen, chefe do Mercado Livre no México, disse que a empresa decidiu aumentar o investimento este ano por conta da forte demanda não apenas de compradores, mas também de vendedores que ofertam na plataforma. “Se não acelerarmos (o investimento), teremos vários problemas”, disse em entrevista coletiva.

Geisen espera que a empresa registre crescimento de dois dígitos no México este ano, algo mais próximo dos números pré-pandêmicos, depois que a receita cresceu mais de 100% no terceiro e quarto trimestres de 2020, ano a ano.

O México também superou o mercado doméstico da empresa na Argentina em termos de itens vendidos no quarto trimestre. O Mercado Livre tem aumentado sua rede de distribuição no México, e recentemente abriu um quarto centro de distribuição, num local de 60 mil metros quadrados no estado de Nuevo Leon.

Até o fim de 2020, a empresa operava com 210 mil metros quadrados de espaço de armazenamento, principalmente nos arredores da capital Cidade do México. (Com Reuters)



Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).