Bolsa de Valores hoje: Ibovespa recua com volatilidade em Wall Street

Papéis que registraram avanços fortes recentemente, como os do varejo e outros ligados ao consumo interno, pressionam o índice nesta tarde.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Getty Images

Acessibilidade


O Ibovespa opera em queda de 0,85%, a 111.672 pontos, às 14h58 de hoje (28), em um movimento de correção em meio à sessão volátil dos seus pares internacionais. Ainda assim, o índice caminha para encerrar a terceira semana consecutiva de alta.

Papéis que registraram avanços fortes recentemente, como os do varejo e outros ligados ao consumo interno, pressionam o índice nesta tarde. Magazine Luiza (MGLU3) e Americanas (AMER3) figuram entre os destaques negativos da sessão, com baixas de 6,65% e 5,47%, respectivamente.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Por outro lado, o preço do petróleo em alta e o salto do minério de ferro na Ásia ajudam a limitar as perdas, junto com a disparada da Braskem (BRKM5), que sobe 8,54%, após oferta secundária de suas ações ser adiada.

Em Wall Street, as bolsas operam em alta, mas com volatilidade. Às 14h58, o Dow Jones subia 0,14% a 34.206 pontos, o S&P 500 ganhava 0,77% a 4.360 pontos, e o Nasdaq avançava 1,36% a 13.534 pontos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Os índices repercutem os ganhos registrados no balanço financeiro da Apple (AAPL), divulgado ontem. A empresa constatou um recorde de vendas no quarto trimestre, superando estimativas.

Os resultados recordes refletiram o que os analistas descreveram como a Apple “se aproveitando de seu tamanho”. A empresa conseguiu pressionar fornecedores e fabricantes a produzir grandes quantidades de iPhones e outros dispositivos apesar da escassez provocada pela pandemia.

A temporada de resultados do quarto trimestre tem sido, até então, mista, com os participantes do mercado monitorando de perto como as empresas norte-americanas responderão à inflação alta e aos obstáculos na cadeia de suprimentos.

No mesmo horário, o dólar era negociado em queda de 0,40%, a R$ 5,4011 na venda. Embora a expectativa de juros mais altos nos EUA prejudique ativos emergentes, vários países em desenvolvimento têm mostrado “ímpeto contínuo de dados positivos”, segundo analistas do Citi, o que pode levar a ingressos de recursos. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: