Governo prepara lançamento de fundos imobiliários federais em plano de desestatização

O projeto "Incorpora Brasil", com previsão de lançamento em março, contará com 237 ativos incorporados aos primeiros fundos.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

Previsão do Ministério da Economia é lançar fundos imobiliários federais daqui a dois meses

Acessibilidade


O Ministério da Economia iniciou um processo de sondagem de mercado para a criação de fundos imobiliários federais, com previsão de lançamento dos editais no mês de março.

De acordo com a pasta, o projeto “Incorpora Brasil” contará, inicialmente, com 237 ativos que serão incorporados aos primeiros fundos. O plano prevê a criação de fundos com vocação similar, como de logística e de desenvolvimento.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Nota do ministério afirma que farão parte da estratégia, por exemplo, o aeroporto Carlos Prates, em Belo Horizonte (MG), e a área Beira-Mar Sul, em Florianópolis (SC).

O secretário especial de Desestatização, Desinvestimento e Mercados, Diogo Mac Cord, diz que o programa busca uma “solução no atacado” ao invés de optar pela venda individual de imóveis.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Para ele, o plano de criar cotas dentro de um fundo amplia a liquidez de grandes imóveis da União, que não teriam o mesmo êxito se fossem vendidos isoladamente.

A sondagem feita pelo Ministério da Economia com agentes de mercado começou no dia 5 de janeiro e será encerrada em 28 de janeiro. A previsão é que os editais-piloto dos fundos sejam lançados em março.

Compartilhe esta publicação: