Fechamento Ibovespa: Bolsa cai abaixo de 114 mil após sete pregões em alta

Tensão entre Rússia e Ucrânia segue impactando mercados .

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa fechou hoje (17) em queda de 1,43%, a 113.528 pontos, quebrando uma sequência de sete pregões de alta. A queda das principais commodities nos mercados globais afetou blue chips brasileiras e puxou o índice para baixo.

Ao mesmo tempo, a tensão entre Rússia e Ucrânia continuam assustando o mercado.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O minério de ferro e o petróleo, commodities essenciais para os negócios de companhias como Vale (VALE3), Usiminas (USIM5), Petrobras (PETR3/PETR4) e PetroRio (PRIO3), passam por uma sequência de queda nos últimos dias.

“A queda [do petróleo] acontece em reação à fala de um representante internacional do governo iraniano. Ele afirmou que o país estava ‘mais perto do que nunca’ de um acordo nuclear. As eventuais retiradas de sanções dos EUA ao Irã ampliariam a oferta de petróleo no mundo”, explica Victor Beyruti Guglielmi, analista da Guide Investimentos.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As ações da Petrobras e da PetroRio recuaram 0,47% e 1,39%.

As tensões entre Rússia e Ucrânia, que arrefeceram nos últimos dias, voltaram a crescer nesta quinta e afetaram mercados nos EUA e na Europa. Enquanto Washington afirma que a invasão russa deve ocorrer em breve, autoridades de Moscou acusam o presidente Joe Biden de querer alimentar a crise.

No cenário corporativo, as ações da Totvs (TOTS3) foram o destaque positivo desta sessão. Os papéis subiram 5,81% após a divulgação do balanço do 4º trimestre de 2021, que mostrou lucro líquido ajustado de R$ 126 milhões.

Com a queda do minério de ferro, as empresas do setor fecharam o dia entre as maiores quedas do dia. CSN (CSNA3), Gerdau (GGBR3), Metalúrgica Gerdau (GOAU4), Usiminas e Vale cederam 5,85%, 5,31%, 5,34%, 4,07% e 4,30%, respectivamente.

Em Wall Street, os principais índices fecharam em queda de olho na situação entre os vizinhos do leste europeu. O Dow Jones recuou de 1,78% a 34.312 pontos; o S&P 500 perdeu 2,12%, a 4.380 pontos; e o Nasdaq fechou em queda de 2,88% a 13.716 pontos.

Por lá, as ações do Wall Mart fecharam em forte alta de 4,30% após a divulgação do balanço positivo.

O dólar registrou a maior alta diária em mais de três semanas. A moeda norte-americana encerrou o pregão com avanço de 0,76%, negociada a 5,1670 na venda. O agravamento das tensões geopolíticas desencadeou a retomada das compras após mais de um mês de quedas. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: