Fechamento Ibovespa: Bolsa recua após prévia da inflação e dólar cai a R$ 5

Moeda norte-americana atingiu o menor patamar dos últimos oito meses .

Vitória Fernandes
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa reverteu os ganhos desta manhã (23) e fechou em queda de 0,78%, a 112.007 pontos, após a divulgação da prévia da inflação (IPCA-15), que surpreendeu negativamente os investidores. O mercado mundial continua abalado com as tensões entre Rússia e Ucrânia. O dólar registrou novas quedas e atingiu mínimas em oito meses, fechando em R$ 5.

Em um dia movimentado para o mercado de câmbio, a moeda norte-americana registrou queda 0,94% e fechou cotada a R$ 5,0037, após ficar abaixo de R$ 5 na tarde de hoje. Esse panorama ocorre em meio a animação com títulos brasileiros, que atraem investidores internacionais buscando ativos considerados descontados e com maior potencial de rentabilidade.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

“O dólar está descolado do cenário externo e da crise geopolítica entre Rússia e Ucrânia. O possível aumento da taxa Selic, com a divulgação da prévia da inflação, nos beneficia pelo diferencial de juros, com o fluxo internacional que acaba vindo para cá. Os preços das commodities também favorecem as moedas emergentes”, diz Cristiane Quartaroli, economista do Banco Ourinvest.

O IPCA-15 apresentou alta de 0,99% em fevereiro. Nos últimos 12 meses, o indicador acumula alta de 10,76%.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Em movimento contrário ao de ontem, o petróleo começou as negociações em queda, mas fechou com crescimento de 0,55% cotado a R$ 96,98 o barril do Brent. As ações da Petrobras (PETR3 e PETR4) acompanharam o avanço e encerraram o pregão em alta de 1,42%. Por outro lado, a 3R Petroleum (RRRP3) ficou entre as maiores quedas da Bolsa, recuando 12,49%.

A queda da 3R não está relacionada ao preço da commodity, já que a companhia divulgou seu balanço na manhã de hoje. Apesar de reverter seu prejuízo do mesmo período do ano passado, os analistas não parecem convencidos.

A Eletrobras (ELET3) recebeu em assembleia o aval dos acionistas para a sua privatização. A decisão fez as ações passarem o dia em alta, chegando ao fechamento com o crescimento de 3,27%.

No lado negativo, as ações da Raia Drogasil (RADL3) também recuam 6,02% após a divulgação do balanço financeiro do 4º trimestre. A empresa registrou lucro 5,7% abaixo do mesmo período de 2020.

Em Wall Street, os principais índices fecharam em queda de olho no avanço da disputa entre os vizinhos do leste europeu.

O Dow Jones recuou de 1,38% a 33.131 pontos; o S&P 500 perdeu 1,84%, a 4.225 pontos; e o Nasdaq fechou em queda de 2,57% a 13.037 pontos. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: