Luiz Barsi, o Rei dos Dividendos, revela suas quatro ações preferidas

Depois de vender Itaú (ITUB4; ITUB3), Itaúsa (ITSA4) e Bradesco (BBDC4), bilionário mostra que bancos ainda são importantes na carteira.

Amanda Péchy
Compartilhe esta publicação:
Forbes
Forbes

Warren Buffet brasileiro: com 50 anos de experiência, a fortuna de Barsi é estimada em cerca de R$ 2 bilhões

Acessibilidade


A carteira de um dos maiores investidores pessoa física da Bolsa de Valores virou, inevitavelmente, referência no mercado financeiro. Não é surpresa, portanto, que o Brasil tenha parado para olhar quando Luiz Barsi renovou o portfólio e mostrou quais são as maiores posições da sua carteira.

Conhecido como “Rei dos Dividendos”, o economista surpreendeu ao vender ações preferenciais e ordinárias do Itaú (ITUB4; ITUB3) no fim de 2021. As ações do Bradesco (BBDC4) e Itaúsa (ITSA4) também saíram do seu portfólio.

A filha do investidor e fundadora do Ações Garantem Futuro, Louise Barsi, explicou pelas redes sociais que a decisão não está relacionada ao desempenho do setor de bancos, que fez parte das maiores quedas do Ibovespa nos últimos dias. A questão foi estratégica.

Inclusive, o bilionário ainda é um dos maiores investidores do Banco do Brasil (BBAS3) e do Santander (SANB4). “A venda do Itaú, do Bradesco e da Itaúsa não tem nada a ver com a nossa opinião sobre os bancos. Continuamos comprando BBAS3 e SANB4”, escreveu Louise em uma postagem no Instagram.

Louise Barsi também compartilhou as ações preferidas do investidor: o já mencionado Banco do Brasil, Klabin (KLBN4), AES Brasil (AESB3) e Unipar (UNIP6).

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

 

Ver esta publicación en Instagram

 

Una publicación compartida de Louise Barsi (@louise.barsi)

“Warren Buffet brasileiro”

Barsi é filho de imigrantes espanhóis, e órfão de pai desde que tinha um ano de idade. Ele começou a trabalhar muito cedo, fazendo bicos, e depois se formou como técnico em contabilidade.

Mais de 50 anos de experiência depois, tornou-se referência no mercado financeiro e ficou conhecido como ‘Warren Buffett brasileiro’ pelo êxito na Bolsa. Hoje, sua fortuna é estimada em cerca de R$ 2 bilhões, construída principalmente em cima de ações de empresas que pagam dividendos altos.

Compartilhe esta publicação: