Spotify supera estimativas de receita com mais anúncios e usuários

Com recorde de 422 milhões assinantes, plataforma teve aumento de 24% na receita, para € 2,66 bilhões.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Dado Ruvic/Reuters
Dado Ruvic/Reuters

Spotify acumulou 422 milhões de usuários ativos no 1º trimestre de 2022

Acessibilidade


O Spotify divulgou hoje (27) receita trimestral acima das estimativas dos analistas sobre uma maior receita de publicidade e novos assinantes do serviço premium, fazendo as ações da plataforma de streaming de áudio subirem cerca de 5%.

A empresa apostou alto em podcasts, investindo mais de US$ 1 bilhão na compra de programas como o “The Joe Rogan Experience”, na tentativa de atrair usuários para um crescente segmento de áudio não musical.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

“O consumo geral de podcast é forte e cada vez mais aderente”, disse o presidente-executivo Daniel Ek durante teleconferência com investidores.

O total de usuários ativos mensais aumentou 19%, para um recorde de 422 milhões, no primeiro trimestre.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A empresa sueca registrou aumento de 24% na receita, para € 2,66 bilhões. Analistas, em média, esperavam receita de 2,62 bilhões de euros, segundo dados do IBES da Refinitiv.

A empresa agora espera um total de usuários ativos mensais de 428 milhões no segundo trimestre, após o fechamento de suas operações na Rússia e a reversão da perda de usuários após uma interrupção do serviço em março.

O Spotify prevê receita no segundo trimestre de € 2,8 bilhões, em comparação com estimativas de € 2,81 bilhões.

Os assinantes premium, que respondem pela maior parte da receita da empresa, aumentaram de 158 milhões para 182 milhões, enquanto a receita suportada por publicidade aumentou 31%, para € 282 milhões.

Compartilhe esta publicação: